sábado, 30 de setembro de 2006



-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-

"A chuva cai... E vai lavando o sangue e a alma dos cavaleiros que morreram durante a luta.
A Guerra Santa travada para impedir que Hades, o rei das trevas e senhor da morte, invada a terra... Está chegando ao fim sob as gotas dessa chuva.
Hades foi aprosionado por Athena... E vocês são os poucos que sobraram de seu exército."

-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-

Dei uma lida rápida no Episódio G. Não sei porque, mas estou com um pressentimento que algo bom irá acontecer... Estou dando o último "polimento" da versão redDie pra que fique nos trinques no dia do lançamento, isso é, amanhã.

Nossa, já estou completando quase um ano de blog. Faltam apenas pouco mais de dois meses... Se algo de bom terá no mês do aniversário? Huhuhu... Preparem-se: Um novo museu, atualizado, em Flash e... Muito bom! Sem contar que estou tendo idéias simplesmente inovadoras para o novo layout, e vocês não reconhecerão o mesmo blog. A única coisa que eu posso adiantar é o nome do layout: Pegasus Dreams II (nome sujeito à mudanças).

Essa foto fiz agora. Já tinha tirado há muito, e fiz uma edição toscana e terrível no Photoshop... Cliquem nela pra versão maior. Acho que vou por no álbum do Orkut pra espantar as moscas... =) Alias, estou fazendo a releitura da obra do Renoir, e estou medo de pintar e ficar feioooo... *cabisbaixo* Mas vamos lá né? Esperança é a última que morre.

Alias, homenagem ao Canejo, um cara ponta firme (tou falando igual o Sorata...><') da minha sala na facul que disse que: "Ah... Se a esperança é a última que morre, depois que a esperança morrer todos seremos imortais!"... Ele disse que escreveu até um artigo sobre isso e tal, e eu: "Oh my fucking GOD!"... Isso não se vê todo dia. =) Mas de facto, vendo por outro ângulo, alguém já viu a esperança morrer? ^^

Frio e úmido... Adoro esse clima. Ai, ai... Enfim um descanso. Amanhã vou votar, hohoho! Ainda não decidi direito em quem irei votar, acho que vou decidir agora nessa noite. =)

X-Japan : Love Replica

sexta-feira, 29 de setembro de 2006

"Na teia do nosso destino não existem pontas soltas, todas estão revestidas por algum significado".

Começando com uma versão aproximada da frase de Yuuko Ichihara, de xXx HOLiC! Meu discman está com a pilha cada vez acabando rápido... Claro, afinal já tem dois anos de lutas e batalhas que ele me acompanha... É velho de guerra! E ainda bem que nunca ninguém se interessou por apossá-lo, tenho medo de que roubem ele... T_T' Ele já faz parte de mim.

Reconheceram? Seishirou Sakurazuka, só que em sua aparição em Tsubasa RESERVoir CHRONiCLES. Bem fofo né? ^^ Eu adoro o Seishirou, e aqui estou postando sua aparição de Requiem (igual o site Criminal Grace diz: Tokyo Babylon foi Prelúdio, X foi Overture e Tsubasa é o Réquiem) do Seishirou, uma vez que esse layout está com os dias contados, afinal... Domingo estreará redDie!

Yay! Quero ouvir vocês!!

Ok, obrigado pela ajuda. Hoje quero fazer uma homenagem à minha mãe que eu adoro e idolatro e mesmo que ela brigue e queira saber de absolutamente TUDO da minha vida pessoal e tudo, eu ainda a amo. Ela quando tá com raiva ela fica falando, falando, uma vez que ela não consegue mais me bater... E tá lá sempre pra conspirar contra minha maquiagem. ¬¬'

Tá, mas é compreensiva, amiga, sincera, mas infelizmente a confiança que eu nutro por ela hoje já foi há muito abalada. ^_^" Infelizmente há alguns anos ela quebrou uma promessa de não contar pra ninguém algo e depois fiquei sabendo, desde então resolvi me fechar em segredos. Mas só pra vocês verem como o destino é algo engraçado: Eu sou sonâmbulo! Sim, quem me conhece bem sabe, eu falo, ando, danço, faço de tudo à noite... E desde então nunca mais vi ninguém falando dos meus ataques de "sonambules", whatever... Acho que eu continuo falando e não sei.

Temos que fazer releitura de uma obra arquitetônica famosa. Pronto, fudeu. xD~~ Waaah... Tenho que pegar meus mangás com a Naiara! `_´ Ela que vai tirando o cavalinho da chuva se pensa que vai ficar anos com os meus mangás igual ela ficou com o Pequeno Príncipe. Muahaha!!!

Quero fazer cabelo igual o Gackt! Na terça fui na casa da Bruna e conheci a mãe dela... Muito legal ela, e tem muito os traços da filha. ^^ Se a Bruna conversou comigo, vocês se perguntam? Não... Infelizmente não. Mas não vou entrar em detalhes aqui, fiquei bem decepcionado, afinal ela é a única que pode tornar real o meu maior desejo, já que eu não amo mais ninguém com tamanha intensidade.

É engraçado ver, abrindo os arquivos, que isso tudo aconteceu nesse ano. Viramos grandes amigos, fiquei perturbado pra caramba por causa dela, brigamos feio, não esqueci dela e agora estou nisso... Bah, eu nunca vou aprender... Nem mesmo mentir. Alguém caiu naquela conversa da Bia que eu disse que tive? =\

Sim, sou um idiota. Um grande idiota.

domingo, 24 de setembro de 2006

Talvez uma aventura! É engraçado como eu, morador da cidade de São Paulo há mais de 18 longos anos não conheça tão bem a cidade. O mais, às vezes até deprimente, é ver que tem vários turistas que eu conheço que só vêm aqui uma ou duas vezes e conhecem mais da cidade que eu que moro aqui durante dezoito anos! Porém, hoje no dia 23 foi um dia especial. Minha professora de história e estudos sociais da faculdade (Herta, I love you!) mandou fazermos um trabalho, e acabou meu grupo com pesquisa sobre o bairro da Barra Funda.

Não sabia de nada, apenas me lembrava vagamente de uma vez um certo evento de anime ter sido sediado lá há muito (lembro-me disso porque até hoje me arrependo de não ter ido na Anime Friends que teve lá...) e essa viagem foi bom, afinal eu nem fazia idéia que era lá que ficava o estádio do Palmeiras, Memorial da América Latina, Parque da água branca, Igreja de São Sebastião e a Avenida Francisco Matarazzo! Ao menos foram esses os locais que eu visitei e os quais tiramos fotos. Tiramos? Ah sim, foi eu junto do meu primo, Lucas.

Já foi uma grande viagem na ida, afinal eu moro bem no sul da cidade, e é sempre uma aventura até a estação mais próxima - Jabaquara. E depois de uma hora de ônibus (graças aos deuses fomos sentados) chegamos na estação e embarcamos até a Estação da Luz. Descemos e pegamos a ligação com a CPTM (trens não-subterrâneos). "Caramba! Com uma placa dessa se algum despercebido fumar...", foi o que eu pensei e disse pro meu primo. Quando estávamos na escada rolante vimos um grande símbolo de proibido fumar colocado bem no teto da estação. A faixa deveria ter quase dez metros de lado, e não importava: sempre que você subia de escada a primeira coisa que você via era um imenso proibido fumar.

Alias, aquele local, diga-se de passagem é lindo. Obrigado ingleses, gente civilizada, longe dos índios dessa américa (falo américa em geral) que nos trouxeram tamanha genialidade arquitetônica renascentista ao nosso país. Quem conhece não desmente, o local é lindo. Pegamos o trem-sauna (estava um forno lá...) e descemos na Barra Funda, enfim. Primeiro passo: encontrar a saída. Quem anda por lá sabe, aquele local é cheio de plaquinhas (siga por aqui) que faz com que demos voltas e voltas pela estação, sendo que sempre tem um caminho reto...

Memorial da América Latina, uma pérola da arquitetura modernista, que diga-se de passagem adoro tudo do modernismo pra frente (mas nada tirará minha paixão pelo meu Bernini e a arte barroca!) onde eu e meu primo tiramos várias fotos. Não sabia que aquilo era tão grande, e num tempo ensolarado como estava, só aumentou nossa sensação térmica (chique!). Mas foi legal, ao menos dentro dos locais tinha ar-condicionado. Tiramos fotos naquelas mãos gigantes e quadradas, eu via o meu antigo amigo Beakman uma vez lá e sempre quis tirar uma foto naquele local marciano. ^_^

Depois de tirarmos até foto no banheiro de lá, seguimos nosso rumo passando pela passarela até o Parlamento Latino Americano (o Parlatino), onde iria ter um evento de rock lá. Entramos uma exposição lá sem querer querendo de arte modernista creio eu. Alias, tinha um pouco de tudo lá, desde oriental até indígena. Gostei de uma estátua lá mostrando a língua e não resisti e tirei uma fazendo uma pose ligeiramente igual da estátua (diga-se de passagem, saiu péssima). Saímos e não iríamos dar a volta do outro lado novamente, então consegui convercer o segurança que eu precisava ir no Parlatino e ele deixou eu entrar (o tal evento de rock estava sendo organizado ainda...), e continuamos nossa aventura.

Passamos por um local que fazia parte do Memorial também, meu primo deu um "pedala Robinho" numa estátua de um cara lá e decidimos não gastar muito tempo lá. Queríamos ir em outros locais famosos da Barra Funda, como o estádio do Palmeiras e o Playcenter (apenas fotos!) mas desistimos... Tinha que seguir a avenida Pacaembu até o final e era meio dia. Seguimos uma placa escrito Elevado/Fco. Matarazzo. Opa! Matarazzo! A famosa família de italianos que fundaram um império industrial na cidade de São Paulo! Isso é importante, então vamos até essa avenida!

Ao perguntar ao tio o que diabos era o tal elevado, ele disse que era o Minhocão... Ah sim, aí vi que estámos MESMO na Barra funda... Fomos indo reto e pedindo informação sobre o Parque da Água Branca. Fácil de chegar lá. Fui molhado pela mangueira de um moleque mimado que lavava o carro do seu pai, mas tudo bem... Tava quente mesmo, hehehe... Chegamos enfim ao parque e fomos bem recebidos... Por um enxame de mosquitos. Talvez elas se emocionaram ao ver carne nova no pedaço, enfim... Bonito aquele parque, embora que por mais que andemos, mais temos a impressão daquilo ou ser um asilo (por ter muitos vovôs e vovós) ou de uma fazenda (só tinha vacas e galinhas lá).

Brincadeiras à parte, e mosquitos também, é um bom local. Alias aquela área tem muitos parques bons, talvez por isso também seja valorizada bastante. Descansamos um pouco, e um pombo estava chegando próximo de nós. Quando fico cansado normalmente começo ter ataques de louca mais fortes que o comum, e simplesmente gritei "HUA!" pra espantar o pombo. Pra quê? Uma mulher deu um pulo do outro lado de susto, uma que estava ouvindo o discman parou com medo e os guardas todos olhando sem graça pra mim enquanto eu tentava pedir perdão pelo ocorrido. ^__^"

Na saída, quando nós já esgotados de tanto andar pela Avenida Francisco Matarazzo (alias, lá tem uns prédios antigos bem legais) eu avisto uma torre de uma igreja ao longe. Let's go! Igreja de São Sebastião, ou São Benedito... É um santo lá. Tiramos fotos do local, até eu com cara de distraído olhando a fachada. Só abriria às 15h, aí desisti. Já estávamos cansados pacas, e voltamos. Ao andar uma quadra uma freirinha aparece e dá um olhar super malicioso em mim (Deus que me perdoe, mas era verdade!), mas malicioso no estilo de secar igual os jovens falam hoje em dia... Aquele olhar sensual mesmo. Oh deuses, ainda queimarei no mármore do inferno.

Achamos também uma escola que eu jamais diria que era escola estadual... Coisa velha, antiga mesmo. É engraçado ver em São Paulo esses contrastes, nunca entenderei esse lugar. Voltamos então definitivamente pro Metrô, isso apenas porque a máquina estava no limite da memória (shit!) e queria ainda tirar mais fotos, principalmente na Pinacoteca e na Estação da Luz. Comemos na Liberdade, hohoho! Pensei que o dinheiro não iria dar, ainda bem. Voltamos felizes (quero ver se compro umas tintas de cabelo lá... o.o') e de barriga cheia! =^_^=

Voltamos no ônibus cheio igual sardinha e com uma mulher já nos seus trinta e muitos me tarando. ><'

Oh céus, juro que não entendo. xP~~

Mas achei legal. Quero fazer mais passeios que nem esse, mas não tenho companhia. Alguém gostaria de ir? =)












...

sábado, 23 de setembro de 2006

Olha eu aqui de novo! É a primeira sexta do ano que estou extremamente cansado...

Sabe quando vc faz um trabalho com todo o carinho e dedicação e chega o seu professor e mete o pau nele? Ontem fiquei das 22h até as 4h da madruga fazendo um bendito trabalho pra desenho técnico e expressivo da faculdade.

Fiz uma planta, duas elevações (popular "fachada"), um corte (área interior da casa, como se tivesse cortando a edificação e mostrando seu interior), duas perspectivas, dois desenhos de detalhe, coloridos e tal, bem diagramados e chega minha professora e simplesmente mete o pau neles. Aí eu que não agüentei e nem fiz um terço das mudanças que ela pediu. Ela vive me chamando de cabeça dura, e nossa relação é muito movida ao "gosto mas não gosto...".

Graças aos deuses não terei que vê-la na próxima semana. ^_^

Mudando completamente de assunto, estou encontrando até que bastantes pessoas... Encontrei o Marcos quando fui comprar goivas para a minha mãe numa papelaria, e ele quase não me reconheceu, ehauhea... Ele pensou que eu estava trabalhando de modelo ou algo do tipo, afinal tou super magro comparado com o ano passado, e até questionou o meu visual, e eu menti dizendo que é apenas parte do meu novo gosto musical.

Mal ele sabe o que aconteceu nesses nove meses que não nos vimos. ^^

Enfim... Hoje vou fazer uma homenagem pra Manu, minha irmã linda, fofa, meiga que sempre me ouve e sempre me dá conselhos. Manu, não tenho palavras pra descrever como vc é especial, minha Hokuto-chan. ^^ Eu tenho o sério problema de nunca me entender, mas você faz isso de uma maneira tão fácil... o.o'

Às vezes penso que as garotas da Clamp se basearam na nossa relação para escreverem Tokyo Babylon - se não fosse por um simples problema da obra ter sido publicada há quinze anos atrás estaria valendo - mas você me entende tão bem, coisa que eu tento descobrir todos os dias é: Quem é esse cara que eu encontro todo dia no espelho? =\

É a irmã que eu sempre quis ter. ^^ Eu infelizmente só tive homem na família (só tenho duas primas, uma delas tem um ano de vida e outra tem uns 14 ou 15) e ter uma irmãzinha como você é tudo que eu sempre sonhei. ^^ Uma pessoa amiga, especial, que não importa qual rumo nossas vidas tracem, pra sempre me lembrarei de você como a minha segunda (e mais querida) irmã.

Segunda? o.o'

Alain teve outra irmã antes da Manu? Aguardem...
Obrigado mais uma vez Manuela...

[Fotos - Alain (topo)/Mana [ex-Malice Mizer, atual Moi dex Mois] (embaixo)]

quinta-feira, 21 de setembro de 2006

Olá a todos, sou eu, Watsuki.

EHuHEuaea... Começando hoje igual ao Nobuhiro Watsuki, autor de Samurai X. Alias, voltei a ler rapidamente a Saga de Kyoto e estou terminando de rever as emoções da saga da Jinshuu... =) E cada vez mais eu adoro os vilões, oh shit! Amo o Shishio, Enishi e Soujirou... Principalmente este último!

Enfim, estou cansado, pra variar um pouco. =)

Afinal tive três provas seguidas essa semana e estou exausto. ^^" O ruim é que não tem como sair e eu passo fome... T_T Mas consegui terminar todas, a de estudos sociais, projeto e informática hoje. Graças a deus não tem prova de desenho... ><'

Hoje encontrei a Mary em Moema, heauhe... Ela tava alta (um baita salto xP) e menos loura... Diferente e mais madura (e ela tem a minha idade, e olha que eu pareço um velho...), creio que estava voltando do serviço. Será que ela estuda na Unib? Well.. Talvez se perguntem: "Claro, ele conversou com ela", mas acho que foi surpresa de ambos nos ver tão mudados em menos de um ano.

Afinal, nem eu me reconheço mais olhando no espelho... ¬¬'

E ela tava lindosa tb, nem parecia a mesma. Mas o que será que ela estava fazendo em Moema? Huuum... Um mistério a ser desvendado.

Brincadeirinha. =D

quarta-feira, 20 de setembro de 2006


Opa! Sim! YES! UHUL!

Hoje teve prova de projeto e... Eu me dei bem, por incrível que pareça! Sei lá... E olha que eu nem tou com tanta vontade de estudar. Enfim... Pretendo amanhã cumprir o meu destino.

Afinal tudo o que vive, um dia morre.

Estou adiando isso e pretendo, não... Amanhã IREI cumprir meu destino. Bom, essa é a foto do óculos novo que eu comprei na Chilli Beans! /o/ Legal né? Eu ia comprar um vermelho, mas vou deixar pra próxima! ^^ Alias, era até barato lá... O meu saiu por oitenta reais e ainda comprei limpador de lentes e tal... Foi esse aí da foto!

Enfim, este servo está muito cansado. ^^ Estou ouvindo muito alice nine., mas agora tentei Malice Mizer mas não gostei muito, é até legalzinho (melhor que L'Arc~de~los~patetas...) mas eu simplesmente adorei Moi dex Mois... Uau... Aquele vocal parece o Kyo, mas ele é mais rouco.

E eu estou adorando o Kyo, saco! xD~~ Cada dia que passa gosto mais desse, que era o que eu mais odiava da banda... Claro, eu ainda continuo adorando e idolatrando Kaoru e Die, que comandam! Enfim... Nesse momento estou vendo o Infeliz e pqp... Cadê o Berinjela? Eu adorava aquela risada dele, heaueuaea... Mas ainda tem o bolachinha que... WAAH! Eu apertaria ele até dizer chega! /o/

Hoje eu tava no ônibus na volta e uma mulher tava batendo seus imensos (era grandes mesmo!) seios na minha cara.. xD~~ Acho que ela não percebeu, mas este servo ficou muito, err... Sem reação. xP~~ Afinal aquilo não era lá muito normal. ^^"" Enfim... Acho que por hoje é só.

Se amanhã eu cumprir meu destino, não postarei. ^^
Então... Adios! o/

segunda-feira, 18 de setembro de 2006


Me senti inspirado e estou fazendo uma releitura dessa obra de Pierra-Auguste Renoir... *-*
Aguardem!

sábado, 16 de setembro de 2006

Ufufufu!

Hoje começando com a risada do Jin E Udou, de Samurai X... Afinal sua risada nunca vi algo parecido. Alias, começando hoje com mais um da leva de "artigos inúteis com mínimo conceito", hoje falaremos das risadas dos mangás. Não sei de alguém vêm reparado, mas editoras como a JBC estão substituindo o clássico "Ha ha ha!" pelo "Rá rá rá!"... Isso é terrível, e é um ato de violência contra nossa já cultura americanizada de darmos risadas com H! Queremos risadas com H de volta! WEEEEE!!! \o/

Pronto. O artigo acabou! Rápido né? ;D

Hoje fui com a mütter no Centro Cultural Banco do Brasil. Nunca tinha passado por lá, não obstante somente havia visitado uma única vez a área da Sé... E ver um prédio daquele em pleno centro velho talvez não seria algo tão surpreendente, mas acho que o mais surpreendente foi o que eu vi lá. =)

Afinal, era uma exposição de arte moderna/contemporânea (que diga-se de passagem... EU ADORO! \o/ às vezes igualando ou até mais que barroco, que o meu movimento artístico favorito) e teve coisas que eu achei surpreendentes, enquanto a minha mãe odiou (ela não tem muito gosto para arte moderna, assim como VÁRIAS pessoas que eu conheço... Hehe... Eu não vejo o que eles tem contra, é tão novo, eclético, inovador, dinâmico, desafiador e não deixa de ser belo!).. OK, nem tudo ela odiou, actually...

Lá estava passando dois vídeos muito legais, que eu queria ficar e ver eles por completo. Queria arranjar o nome deles. Um sobre a ditadura, era um olho de uma mulher que começava embaixo de um véu e quando véu saia, ela começava a dar umas piscadas fortes e inclusive algo como sangue começava a ser goteado no chão com violência... Uma alusão às torturas ocorridas na ditadura (eu até achei o vídeo forte, se bem que só mostra as expressões do olho e o sangue espatifando no chão). E o outro vídeo eram com cinco mulheres, totalmente nuas, organizando pratos numa sala pequena. Depois, elas iam jogando um pó avermelhado e começavam a encenar quedas, começavam a se melar e tal. A expressão das faces delas eram sempre únicas, mostrando sofrimento, felicidade, e bem... Lentamente, bem vagarosamente mesmo... Caramba, achei aquilo muito foda... Nunca tinha visto algo como aquilo, e por isso eu adoro a arte contemporânea... =D

Se eu pudesse falaria disso mais vinte posts.. Porque simplesmente adorei o local (que infelizmente é terrivelmente neo-clássico, hehehe.. xDDDD) e aquilo ainda era um banco, mas foi transformado em um museu, do próprio Banco do Brasil. É legal ver isso, quem sabe daqui a uns 90 anos quando tudo ser aéreo eles peguem a agência do BB aqui perto de casa e ela vire um museu heim? ;D

Aí vou contar pros meus bisnetos que o vovôzinho esteve lá e a porta rolante havia barrado a minha entrada várias vezes, heuaheuahea... xD~~ Mas essa história fica pra outro dia (quem sabe em 2096? ^^)...

quinta-feira, 14 de setembro de 2006

Weeeeeee! Estou simplesmente EXAUSTO!

É sério... E isso porque eu tenho apenas 18 anos (no RG né? xP), mas no espírito e no corpo principalmente eu devo já ter passado dos 40... Enfim, estou ouvindo muito alice nine. a ponto de eu no começo não estar gostando das músicas (até pouquíssimo tempo atrás de facto não estava gostando) e agora estou adorando. =D

Mas hoje o dia foi corridíssimo... E como tinha combinado com o Fábio de ir vê-lo no CNA, acabei encontrando-o lá, YES! HEuHEa... Ele falou que eu to parecendo japonês... Uau... Legal heim, acho que ele só falou isso pra eu me achar um pouco. xP~~ Mas foi bom, a Olívia me deixou lá ficar um pouquinho na aula, mas não queria incomodar. ^^

Por fim, eu encontro quem... Teacher Camila! Rapaz, fiquei sabendo de tudo o que aconteceu e tal, a coitada foi mesmo demitida... ^^""" Enfim... Acontece. Ela chorou e tal, e fiquei até meio com pena, mas ainda bem que ela deu a volta por cima e já conseguiu emprego novo dois dias depois de ser demitida. =D

Sabe, tem gente que é forte, e eu admiro essa força nelas. =D A Camila entrou pra esse grupinho seleto que eu tenho de "pessoas que eu quero ser igual quando eu crescer"... =) Enfim, e ela ainda mora aqui perto de casa (nem sabia!), entrou na USP e tal... Ela não é fraca não. =D Tem gente que a gente sabe a história da vida e fica comovido né?

Vendo assim, até parece fácil. ^^

Mudando totalmente de assunto, vamos falar de J-Rock, pra variar. Ontem peguei um site e fiquei lendo a história de bandas como X-Japan, Malice Mizer (que terminaram) e fiquei tão triste com o fim das bandas e como elas terminaram e o destino dos membros que fiquei cabisbaixo. =(

Toshi o vocalista do X-Japan entrou pra uma seita, pq diziam que o Yoshiki (pianista/baterista) controlava ele e era apenas um peão. Aí ele desistiu de cantar. Mas acho que o mais triste ainda é do hide, o guitarrista que depois de sair da banda começou carreira solo... O coitado se suicidou, e ninguém sabe o motivo, afinal estava tudo aparentemente em ordem na sua vida... No Malice Mizer a banda disse que estabeleceria um "hiatus", mas acho que todos já foram pros seus caminhos e até o Mana continua transvestic (gostei desse termo, é melhor que "traveco" aqui no Brasil... xP)...

Colocarei a dedicação do Yoshiki para o hide em seu funeral que eu achei lindo:

"I'm very shocked to hear about his death. I still can't believe what has happened. Right now, he's sleeping with a beautiful face. I tried to wake him up many times, but he's still sleeping.


Between the five of us, hide was the one who kept his calm and thought out things. Even though I was the leader, he was the calm one who gave me good advice when I was being short tempered and emotional. Of course with all that pressure, he too almost lost his identity. But during those hard times, he'd always give me a call. We would talk about X, music, friends, life, fans, almost anything. He was like a big brother to me and sometimes like a young brother too. We'd drink together and sometimes fight. But the next day, he'd come to me and say, "Yoshiki, have I done something last night? I'm sorry, I don't remember a thing." But this time, he didn't say anything back to me... sleeping.


To all fans and friends, you must all be confused. I also cannot express this sadness in words, but we must understand and accept this painful reality. Everyone please watch over his eternal sleep warmly"

quarta-feira, 13 de setembro de 2006



Em busca de alguém para tornar real o meu maior e mais profundo desejo...

segunda-feira, 11 de setembro de 2006


Olha só o que eu encontrei! Sim... O blog iria começar em fevereiro de 2005, mas infelizmente foi graças ao servidor que eu não consegui. Alias, o código estava todo errado, não entendia qual era o erro, afinal por mais que eu tentasse não conseguia sair.

É só hoje que eu manjo um pouco mais os códigos, mas mesmo assim é complicado as vezes (fiz testes com a próxima versão ontem e quase não dá certo...), por causa desse erro resolvi deixar de lado o blog e só retoma-lo no final do ano... Já com outro visual e tudo mais, mas a idéia do "Pegasus Wings" já era algo velho.

E agora, mais de um ano depois de eu produzir o primeiro layout dedicado ao Seishirou Sakurazuka, que eu lanço esse. Definitivo. Sem erros dessa vez. =D

Comentário sobre o álbum Kisou de Dir en Grey
Gostei. Mas poderia ter sido melhor, mais rock e tal. Tem músicas que o som fica doce até... Acho que é minha cabeça-dura que só tenta imaginar Dir en Grey da forma que mais me é conveniente da na minha opinião melhor - na fase atual. Mas o rock, sem comparação... É Diru!

domingo, 10 de setembro de 2006

Eye shock crime


Eye Shock Crime

Mais montagens! Sim, a foto original é assim, e como podem ver tem praticamente diferença alguma em comparação. A idéia era fazer o Visual Kei do Alain, baseando-me no meu maior ídolo do Visual Kei: Die, um dos guitarristas da banda Dir en Grey. Infelizmente não tenho roupas próprias para tal, então tive que improvisar MUITO.

Como a idéia final foi fazer o Visual Kei do Alain, resolvi homenagear Seishirou Sakurazuka tirando um olho, deixando-o branco, exatamente como é o dele no mangá. Coloquei mais luzes no meu cabelo e achei alguns colares da minha mãe pra ajudar. Como sou peludo (infelizmente tenho medo de depilar.. T_T' Acho que dói muito...) mas o Photoshop faz milagre e consegui tirar os poucos (porém concentrados) pelos do meu peitoral. O cabelo levou UMA hora inteira, um pote de gel e até clara de ovo pra mantê-lo assim. Mas no final, vendo melhor agora, o cabelo tá horrivel. Tentei me basear nessa foto do Die do Diru, mas saiu tudo... Menos ele. Teve gente me chamando de emo (ignorantes... ¬¬' Morram todos), satânico, filho de Lúcifer, caolho aos 18 anos, punk, entre outros... Apenas o Mask que me chamou de hide (essa adorei! \o/) e o Manel dizendo que eu "pareço uma mistura bisonha de Die com um outro tio lá... xD". Até gostei, enfim temos pessoas entendidas do assunto!

Malice Mizer tem mulher? xD~~

HeuHUe... Lembrei que na comunidade do Orkut dedicada ao Malice Mizer, teve um cara que abriu um tópico e meteu o pau no Mana, o guitarrista da banda. Porque? Ora... Ele não só simplesmente tem cara de mulher como se veste como mulher com direito a saia, maquiagem e até seios...! O cara falou que o tal "Mana" quer ser mulher, e ele faz só esse transvestic porque no fundo é uma bichona. HEuhEua... Caramba, eu dou risada disso até hoje. Mas não acho o Mana gay, o que não falta são J-Rockers andróginos, ele apenas levou o extremo da palavra. Acho que ele faz isso é pra ganhar a mulherada...

É estranho, mas homens gostam de mulheres que pareçam homem, e vice-versa. Não estou generalizando, pelo amor dos deuses do Olimpo! Mas é um fato inegável. Tem mulher que tá me confundindo com mulher, uma aluna minha no CNA disse que eu de longe to parecendo mulher! huhEUHEua... Mas essa minha afeminização tá trazendo vantagens, ô se tá! De facto, muitas garotas estão querendo mais papo comigo, enfim... Só não gosto quando me chama de emo... Brasileiros ignorantes que pensam que todo homem que anda por aí de franja, lápis no olho e batom é emo.

Tá... Eu não uso batom. Não achei uma cor r0x pra mim ainda. xD

: : Principais modificações:

  • Estou mais branco na edição;
  • O óculos não é vermelho;
  • Adicionei luzes loucas improváveis de serem feitas no cabelo;
  • Eliminei um olho
  • Coloquei um fundo que lembra composições de fotos profissionais (chique!);
  • Batom na boca para realçar!

sexta-feira, 8 de setembro de 2006

Mokona faz sucesso entre as mulheres! Puuuu!!!

Começando hoje com a fala do Mokona Modoki de Tsubasa RESERVoir CHRoNiCLE! HeuHauheau... Eu acho que o Mokona merece uma série só dele...! Quem acha isso?

Bom, já dizia o ditado: "Quem procura, acha!". E achei! Agora estou com todos os álbuns do Dir en Grey, acabei de baixar o Withering to death agora, e já comecei a ouvir. Estou com o som do PC quebrado há mais de quatro meses! Por isso, ouvir as músicas tá sendo na base do copia pro CD-RW e roda no discman... Mas simplesmente ADOREI o álbum VULGAR. De facto, pensei que seria dificil um álbum melhor que o GAUZE, mas esse existe! Pior que o Gauze no meu top tá caindo, estou ouvindo o Kisou e estou gostando e estou preferindo-o mais que o Gauze! Mas nunca mais que o VULGAR...

VULGAR é um som muito New Metal, mas um New Metal organizado, não tanto quanto Slipknot ou quem sabe System of a Down, mas não deixa de ser aquele som bagunçado e grave que eu adoro. ^_^ Quando tava saindo do CNA (tenho costume de me despedir de todos antes de ir... xP) o Carlos, meu boss, disse-me: "Alain, vê se não exagera nas baladas e coisa e tal, ok?".

Na hora que eu ouvi isso, oh não... Só dei um sorriso sem graça e vi que o que sou por fora tá influenciando muito, pois devem estar pensando em um Alain baladeiro e tal, coisa que não sou! Eu respondi apenas que não vou a esses lugares pela minha idade avançada (de facto, nunca fui a um lugar desses...). Mas aqui pensando com meus botões e vi que sou o cara mais entediante do mundo!

Sim, sim, sim! Por isso que sou um cara sozinho no mundo. Ora, ora... O cara não vai pra balada, não tem amigos, não tem namorada, não bebe, não fuma, é inocente de tudo (isso inclui minha bondade extrema e minha capacidade de cair na mesma piada várias vezes...), adora crianças, é burro pra caramba, e enfim... O não menos importante, é feio e gordo. ><' Hahaha... Queria saber pq a senhorita Bia me elogia tanto... o.o' Francamente, não sei o que as pessoas vêem em mim me elogiando... ><' Eu sou um bosta que morre de arrependimento por coisas que fez no passado e que tenta achar uma forma de expiar os crimes que cometeu. Um idiota que ainda acredita em coisas fúteis para a maioria, ou ainda que não existem como o Amor, é um cara romântico, mas que vive na questão interna de ser um cara bonzinho ou ainda mais bonzinho... Parece que as pessoas que me elogiam se contentam com pouco, com o bosta que eu sou, hehehe...

Ai, ai...

- Diário musical -
"Uma coisa que comecei a ouvir, mesmo que apenas o último single e adorei foi 'alice nine.'. Gostei do som, mas principalmente do vocalista e da guitarra. Ouvi também L'Arc~en~ciel mas odiei, com todo o respeito aos seus fãs que devem adora-los. Ok, minto. Apenas algumas músicas. Mas alice nine., o que eu mais gostei foi o estilo do rock bem animado, nem tanto deprê/ativo como Diru. Mas Diru continua no meu primeiríssimo lugar. Ouvi X-Japan e... PELOS DEUSES... Aquilo é música da boa... Tinha até esquecido como era bom os bons tempos que eu ouvia, agora até estou matando a saudade. Agora com um programa pra deszipar os arquivos irei cair na gandaia ouvindo J-Rock e J-Music... ^___^"

quarta-feira, 6 de setembro de 2006

Waaah! It's me! Caramba, que frio delicioso! Fico sem sentir as mãos, nariz escorrendo, tremendo de frio, mas acima de tudo feliz! Sim, afinal frio comanda, e igual minha mutter diz: "Vc só adora frio pq nasceu em época de frio..". SIM! Adoro tempo frio, não tem aquele calor infernal que me deixa louco a mal-humorado no verão, e só é ruim pra acordar... De resto... Adoramos!

Hoje no trampo foi tranquilo, alias, devo ressaltar que a cada dia que se passa eu odeio mais o meu boss... Hoje veio me dizendo pra não ficar dando liberdade para as crianças ficar fazendo bagunça na sala... PQP! Eu adoro crianças pq eu consigo ser o que eu sempre quis ser mas infelizmente nunca tive infância. u_u'

Minha infância foi sempre com videogames e tal, nunca sai pra brincar nem nada do tipo, tampouco tinha amizades nos cursos que eu fazia, e por sempre trocar de sala de aula, até hoje não tenho um grande amigo na escola, ao menos. Apenas muitos "conhecidos" e muitos "amigos" também... É triste ser solitário? É... Mas já me acostumei.

O que acontece que duvido nada... Foi o senhor Rildo, talvez eu estava atrapalhando-o... Pedi desculpas e tal, alias, pedi desculpas pra vários teachers inclusive pela minha falta de organizar a criançada... (de fato, eu me divirto nesse trabalho, vocês não sabem como! HEUhEA... xD) Afinal, ficamos gritando, berrando, jogando, conversando, correndo (hoje não consegui acompanha-los e quase quebrei um dedo do pé... o.o), enfim... Eu fico com pena de transformar aquilo em um "local restritamente para estudos" e as crianças deixarem de ser meus amigos, pq eu os adoro do fundo do meu coraçao. u_u

Além de tudo pq crianças são isso. São essa energia, essa vontade de brincar e zoar, não tem as necessidades dos adultos de trabalhar, são criaturas tão puras que chegam a ser mágicas, e eu um dia ainda pretendo ser papai! *Imaginando minha filhinha me chamando de papai... Doooh! Vai ser foda! xD*

Sim! Alain quer ter uma mocinha. Ok, dá muito mais trabalho, mas eu a criarei culta, mas sem deixar de ser bela, amigável, humilde e tudo mais. E sei que poderia até cria-la sozinha... Mas menino... Ah não, quero não... Não que, se vier... Que venha, mas não é meu intuito tão pouco meu desejo... Se eu pudesse teria tudo mulher, e as amaria, brincaria com elas, estudariamos juntos e eu seria o pai e a mãe que não tive em uns aspectos (principalmente o PAI que nunca tive... Apenas o "sustentador"...), agora os outros conceitos bons deles vamos adotar né? ^^

terça-feira, 5 de setembro de 2006



Olha eu! Segundo garoto da esquerda para a direita, o que está fitando a câmera, hehehe!

Ah, vendo bem agora eu era bonitinho... Pra ser sincero nunca me achei bonito, nem mesmo hoje em dia, por isso sofro muito da síndrome do patinho-feio (mas o meu problema é que eu piorei, isso sim!) e nessa época sofria também... E por eu ser gordinho, sempre era motivo de zombação da sala e nunca conseguia fazer nada.

E nem vem dizendo que não era gordinho, pq eu era. ><' E ainda sou um pouco... Vaso ruim não quebra.

Mas enfim... Não sei, mas não tive uma infância feliz. xP~~ Todo mundo adora dizer que foi feliz quando era criança e tal, mas apenas na idade que eu estou eu vejo que posso enfim fazer o que eu sempre quis fazer a minha vida inteira... Ser grande oras! Não vou mentir também que a minha vida começou depois dos 14 anos e está ainda tomando fôlego, e o espaço antes disso costumo chamar da minha "Idade média", ou como diz minha professora de história da arte, "Idade das Trevas"...

Digamos que hoje em dia estou no Expressionismo (dá-lhe Monet!) e foi entre os 14 anos que eu vivi meu período Renascentista. Quando eu era moleque aí ainda tava na era antiga... Noções que me deram a base para o mundo, mas hoje em dia muitas se mostraram ultrapassadas (vide os romanos e gregos criando noções sobre perspectiva, arte, medicina e o povo pós-renascentista melhorando e quebrando antigos dogmas..)...

Por isso adoro história da arte, hohoho!

domingo, 3 de setembro de 2006


Aguardem! Vocês nunca viram nada igual.

Alain Soviet Soldier


Alain Soviet Soldier

Como estou sem nada pra postar hoje, vou postar as montagens que eu fiz usando eu mesmo como cobaia! Bom, essa foto eu fiz enquanto fui dominado por uma febre chamada Metal Gear Solid no inicio desse ano. Simplesmente depois de eu jogar o primeiro (Metal Gear Solid - The Twin Snakes) fiquei simplesmente fascinado pra saber o que daria o Snake (foto aqui da direita) nos jogos posteriores, e acabei descobrindo Metal Gear Solid 3 - Snake Eater... Onde mostra o Big Boss, futuro 'pai' pro protagonista, em uma missão na União Soviética.

Então resolvi copiá-lo! Mas quem me conhece sabe que eu odeio cópias de plágio. Por isso resolvi fazer a minha versão do Snake, e na época como não tinha muita paciência pra fazer efeitos psychodelics no Photoshop, resolvi infelizmente fazer meio de qualquer jeito... E saiu isso (foto do topo). Só pra vocês verem, modifiquei pouquíssimas coisas comparada com a versão original (a esquerda), mas pretendo quem sabe um dia fazer a versão oficial dessa foto, mais parecida com o original do Snake, e não apenas o Alain "Rambo perdido na mata amazônica sem perspectiva de vida"...

Enfim, eu odeio eu mesmo por meu perfeccionismo, hehehe... Mas infelizmente não consigo gostar de um único trabalho meu, parece até perseguição. Tem alguns que eu aceito, mas é impossível até mesmo hoje em dia eu chegar e falar: "Caramba... Esse é O trabalho que eu mais gostei...", porque infelizmente é preguiça, agora falta de tempo, e sempre terá algo pra me atormentar (isso inclui mulheres... ><) e lá vamos nós rodando, rodando igual barata-tonta.

Listening : : Dir en Grey ~ The Final
[A música é simplesmente ótima... Encaixa-se perfeitamente no álbum Vulgar. Guitarra ótima, com destaque ao solo de baixo do inicio... Também o meio da música é ótimo. Não sei porque me lembra muito a faixa 1 do Vulgar, a audience KILLER LOOP. Vale a pena!]

: : Principais modificações

  • A pele minha original é bem menos morena;
  • Maquiagem de lama também efeito no Photoshop;
  • A bandana não é preta no original;
  • O fundo foi modificado;
  • Meu cabelo está; mais vermelho na edição (não havia pintado ainda, coisa que ocorreria apenas quatro meses depois da foto);
  • Barba foi destacada e escurecida no Photoshop.

Arquivos do blog