domingo, 13 de maio de 2007

Eu estou de volta! `_´

Peço desculpas pela demora, hehe... Ah sim, se está com dificuldade de ler, primeiramente peço desculpas e peço que modifiquem a configuração do monitor pra 800 X 600, ou se usa Firefox mande aumentar o tamanho da fonte que por ele funciona.

No Firefox:
Menu Exibir > Tamanho do texto > Aumentar

No Internet Explorer, se você usa a última versão pode usar o recurso de zoom, pq o aumentar a fonte não funciona. Peço desculpas, pq sei que já é dificil alguém ler, e se tem uma dificuldade pra ler ainda fica pior ainda. Eu modificaria, mas isso quebraria um ritual de séculos a fio de criar uma versão 1.1 e tals.. =( Desculpe tá, principalmente à Cris. =)

Já estamos no meio de maio! Logo o semestre terminará e estou já com saudade de professores. Nossa, logo no primeiro semestre, tá bom até demais! Isso é sintoma que o curso está indo de vento em popa. Bom, o resto das coisas estão todas em ordem. Quinta-feira eu fui ver a Naiara e peguei o telefone de um cabelereiro que deixará meu cabelo do jeito que eu quero! =P Vai cortar com navalha e tudo, vamos ver se eu finalmenet terei o cabelo que sempre quis ou irei novamente ficar só na vontade, hehehe...

Dia 11 fomos à oficina da faculdade de DI, finalmente. o.o' Sabe, acho que até daria pra postar, mas voltei a jogar Ragnarok Online, e isso é uma ótima notícia. Eu era viciado nesse jogo e acho que o vício-dependência agora voltou com força total. Meu sábio já consegui evoluir um level inteiro. o_o'

E já estou num clã tb. Vamos ver no que vai dar.

Sábado por exemplo, do curso de pintura fui jogar e fiquei direto jogando, hauheuae... xD Quando eu acho que eu posso piorar, eu pioro. Mas como sou um menino prestativo, mesmo não parecendo, eu hoje tirei o dia pra colocar em ordem todos os esquemas de Atividades Complementares da faculdade. o_o'

A professora mandou jogar dois jogos e ver dois filmes. Já joguei e já vi, ehauhea... Acho que com esses já termino minha cota semestral, e já vou entregar pra evitar dor de cabeça. Alias, estou aproveitando bastante pra estudar, ler, e enfim... Fazer tudo quanto é coisa pra agilizar tudo que é pendente logo. Tou gostando mesmo do curso, e isso é muito bom.

Hoje, almoço de família e pra variar, discussão com meu pai. Sinto que estou cada vez mais distante dele, mas não consigo fazer nada a não ser continuar me distanciando. Hoje ele veio criticar meu emprego, pra variar um pouco. Sabe, eu acho que pessoas não tem simplesmente noção do que é magoar pessoas e continuam magoando.

Mas aí você talvez diga: Ah, mas você magoa ele também pô. De facto, eu também com ele não sou nenhum filho perfeito. Mas ele tá acostumado a humilhar pessoas e ser bajulado, e eu só acredito que se você faz o bem as pessoas você só tende a receber o bem. Ao menos isso eu sempre tentei a minha vida inteira e isso sempre funcionou. o_O' Infelizmente nunca nos pegamos, e sei que ele não mudará esse jeito dele, e eu não mudarei o meu também. Se alguém me faz mal, farei o mal a ele tb, afinal alguém tem que ensinar uma lição à ele, e sei que nem que eu tenha que jogá-lo no chão e humilha-lo, eu tenho uma missão a cumprir, que é colocar algo na cabeça do meu pai.

Tenho certeza que é porque ele recebeu essa criação na base da chicoteada que ele tente usar isso comigo. Mas queria perguntar a ele se isso deu certo, afinal que tipo de homem ele virou? Preconceituoso, careta, idiota, sem noção, sem graça, exibido, nada modesto e milhões de adjetivos ruins. Eu não quero ser assim, e não pretendo ser. Não vou dizer "Nunca, jamais, isso está cem por cento fora", pq não sei o dia de amanhã... Mas se for pela minha vontade é um grande não.

Me desculpe... ^^ Acho que tem tanta gente me conhecendo e agora tanta gente sabendo de lados meus que eu nunca mostro, ou o caso sério de relacionamento que eu tenho com o meu pai, enfim... Mas o caso é muito mais complexo que isso, e eu o entendo. Mas quero fazer ele entender o caso dele pra ele achar uma solução.

Afinal, quem deve se levantar e caminhar é ele. Não posso fazer isso por ele.
Espero sinceramente que ele um dia tenha um dia em que ele possa sorrir e deixar de ser carrancudo. Espero mesmo.

0 comentários:

Postar um comentário

Arquivos do blog