segunda-feira, 18 de junho de 2007

Olha só! Graças a minha pobreza em não ter dinheiro para comprar um godê decente, tenho que me virar com forma de gelo mesmo!

Foto da minha forma de gelo pra pintura. Ela tá meio suja pq aí já passou tudo quanto é tipo de tinta, e nessa foto estava com aquarela. Na verdade foi uma brincadeira mas foi de propósito, afinal o que acontece quando se misturam duas cores complementares (pessoal da faculdade estudará isso semestre que vem!), no caso o vermelho e o verde? Elas se anulam, gerando o preto ou um tom mais pro marrom. Isso é meio dificil pq se o pigmento fosse 100% puro seria mais fácil, mas como não existe pigmento 100% puro...

Alias, aquarela é simplesmente mágica. Pena que demora séculos para secar (ao menos pra mim), mas também né... Não me considero artista, pq até qualquer Vera Fischer da vida agora é artista. Artista hoje em dia são aqueles que têm os holofotes para si e eu sempre neguei isso, pq holofotes só traz grana, e os verdadeiros artistas são os ligados à verdadeira arte, e a boemia é a única sobrevivente desse nosso grande "boom" monetário.

Também não me considero boêmio pq eles são um grupo mais organizado embora eu odeie agir em grupos (mesmo minha futura profissão EXIGINDO isso...), se eu fosse me definir diria que eu sou um "artista solitário, que produzo arte simplesmente para o deleite não apenas visual das pessoas, mas acima de tudo cultural e filosófico". Tava até vendo pq, nesse ano comecei a me aventurar em uma arte um tanto complicada que nos dias de hoje é bem deixada de lado, talvez pq o mundo inteiro tenha visto tal arte durante séculos e agora enjoaram... Que é a arte cristã!

Sim, eu gosto de fazer com temas bíblicos, e sim, eu gosto da igreja católica. i_i~~

Ok, muitos vão me matar. Na verdade eu sou budista, mas budismo é bem filosofia, não tem crença em um deus, apenas em uma divindade. Diria melhor, divindade é meio que escalão superior, embora eu seja um budista mais xiita e considere Buddha como um cara igual a mim. Mas eu gosto da igreja católica e do poder dela, tanto nas artes, como no pensamento, como nas mensagens, enfim... Pode parecer meio estranho, mas sou muito mais o Brasil continuar católico e o papa mandando aqui do que ver idiotas da Universal ou de qualquer outra seita de esquina querendo mandar aqui. Embora o papa fale muita besteira, mas ele é um líder fixo, com uma ideologia fixa, enfim...

Ok, ficou meio em cima do muro, mas está mais pra cá do que pra lá. Bom, to meio sem saco pra postar, peço desculpas. Meu pai me pagou e pediu pra eu traduzir uns textos técnicos pra ele. O preço? Amigável. Cinqüenta reais. O texto? Um cú arrombado, cagado, melado, com hemorróida, podre, com vermes brancos e ainda por cima de tudo, peludo. 49 páginas para o meu deleite de textos técnicos com palavras que fazem até inglês ficar de queixo caído e procurar no dicionário seu significado. Se ele mandar outro me dizendo que é fácil, mandarei ele enfiar no buraquinho dele (que deve estar sofrendo horrores com as hemorróidas ocasionais que ele sofre) e nem por nenhum dinheiro farei isso de novo.

Só farei pq disse que farei. Acho que homem que é homem honra o que diz e vai até o final. Acho que qualquer um, se você gosta ou segue algo, tem que ir até o final e ter apenas isso como sua filosofia e defendê-la. Nós podemos morrer, podemos perder tudo, dinheiro, mulheres, Ragnarök e coca-cola. Mas nossos valores, e o que achamos certo, jamais podemos perder. E lutar por eles sempre, oh yeah!

Escrevi demais, fellas. =P

0 comentários:

Postar um comentário

Arquivos do blog