quarta-feira, 18 de julho de 2007

O maior acidente da história da aviação brasileira. Simples e rápido. O que o pai da aviação, o brasileiro Santos Dumont, diria ao ver a dita evolução de seu 14 BIS causando a morte súbita de mais de 200 pessoas?

Nossa, aí que ele se suicidiria, de fato. Mas nosso grande Santos Dumont creio que se suicidaria com muito mais pesar do que quando ele oficialmente havia se matado, quando descobriu que sua invenção criada para dar a liberdade tão desejada pelo homem estava sendo usada para a guerra. Agora sem dúvida ao ver o acidente ele se mataria ainda com mais desdém.

Sabe, nem é tanto o número de vítimas. Os jornalistas querendo ou não apenas os tratam como um meronúmero, mas não vêem que até mesmo a perda de uma vida chega a ser deprimente. Dias atrás em minhas meditações, estava pensando: porque não matar as pessoas? Ideologia? Teoricamente não... Uma animal que mata os mesmos de sua espécie são apenas os humanos, e também somos os maiores vermes desse planeta, e só sabemos procriar, viver, destruir e morrer. Justiça? Talvez. Vingança é algo bem plausível pra mim, ainda mais porque odeio admitir mas tenho um sério problema pq costumo de vingar das pessoas mais normalmente do que imaginam. u_u~~ Terá uma resposta sempre pra cada ponto de vista, mas nenhuma na minha opinião bem resolvida.

Apenas uma única. A ambiguidade de ser tratado como um número ou como uma pessoa. Afinal, querendo ou não todos nós vivemos em um mundo. Cada um tem uma Terra pra cada um, onde vivemos, temos nossos amigos, temos nossas pessoas queridas. Mais de duzentas pessoas é a expectativa de mortos. Mais de duzentos mundos são destruídos, são mortos, se apagam. Se for contar ainda as outras pessoas que as conheciam irão sofrer ainda mais. Apenas isso seria um motivo plausível pra revolta, mas existe algo mais.

É o maldito dinheiro. Eu fiquei totalmente abismado, mas depois de estudar todos os pontos de vista, esse incidente foi causado por apenas dinheiro. Internacionalmente o aeroporto de Congonhas é conhecido como o aeroporto pequeno. Tem uma pista considerada minúscula que atrapalha muito. Além das casas no raio do famoso Jardim Aeroporto. Quando a administração do Aeroporto recebe dinheiro, investe em que? Em lojinhas malditas, em talvez uma troca de piso, uma pequena reforma aqui e alí no prédio e na comodidade dos usuários. E o quanto a pista? Simplesmente deixada de lado.

O que acontece além disso é que as empresas de aviação só querem mais e mais ganhar grana. Querem fazer dinheiro. Eu não vejo eles como um tipo de terroristas, mas não ideológico, mas puramente comercial. É a mesma coisa de ter uma bomba nuclear mirada em um ponto e trocar o atentado por dinheiro! Cada vez mais diminuem o preço da passagem, aumenta e muito o tráfego aéreo, diminui a arrecadação de impostos (que mesmo quando são recolhidos adequadamente sequer são usados pra fazer benditas ranhuras na pista para escoar água), mais pessoas acabam viajando de avião e o presidente das empresas vão lucrando em cima. Lucrando em cima de como se fosse uma bomba prestes a explodir a qualquer momento em que eles não podem fazer nada!

Eu já falei, eu odeio dinheiro. Odeio essa droga pela qual eu sou obrigado a lutar senão não posso sequer viver, e tampouco essas pessoas que sequer tiveram essa escolha. Eu não ligo se eu morrer amanhã, eu não tenho medo da morte. Infelizmente já encarei a minha morte de perto em circunstâncias passadas pessoas, e graças a isso perdi o medo disso. Mas a minha mãe sempre me disse, que o problema jamais será se eu morrer. Mas sim pra quem ficar aqui.

Pode chamar de egoísmo mas nem ligo muito pra isso... Mas tem gente que tem muita mais vontade de viver do que eu e acaba morrendo, parece um paradoxo. Mas o dinheiro estava aí novamente meu povão, a ganancia de poucos, lucrando em cima de muitos, a incopentência de mais alguns outros e a coisa só vai piorando.

O que chega a ser engraçado é que eu tenho até hoje guardada numa estante uma edição da IstoÉ da época do acidente do "Fucker 100" da TAM, que fez com que eu adquirisse um medo terrível sobre andar de avião. To vendo que terei que comprar a dessa semana, e consequentemente o meu terror de avião irá aumentar ainda mais.

E tenho dito!

Minha família inteira andou de avião. Me chamam pra ir, mas quando sei que é de avião, prefiro ficar em casa, faça chuva ou faça sol. Agora chovendo então, totalmente descartada.

[Foto com os créditos da Agência Estado.]

0 comentários:

Postar um comentário

Arquivos do blog