domingo, 24 de agosto de 2008

Viva à Etiópia, Jamaica e o Quênia!

Acabaram as Olímpiadas orientais. Tirando as chinesas, principalmente as que sempre carregavam as placas dos países (de longe, as mais bonitas que tinham lá) e as chinesas petizes na ginásticas que deram um banho, gostei do desempenho. Da Grã Bretanha, é claro! Quarto lugar, só perdendo pros anfitriões, os ianques e os soviéticos malucos.

Parabéns! Na verdade eu gosto de ver que mesmo com as brigas internas dentro da ilha inglesa, é bom ver que o espírito olímpico conseque unir ingleses, escoceses e gauleses pela mesma bandeira da Grã-Bretanha. E o melhor, ficamos em quarto.

Não posso dizer o mesmo da república das bananas, que ficou em vigésimo-terceiro. Parabéns, Brasil! Perder de países como Itália, França e Espanha tudo bem. Mas o Quênia, Etiópia e Jamaica, países com nem um quarto da riqueza que vocês têm conseguiram, veja bem, ficar na frente da república bananal! Mas que beleza!

Parabéns pelas muitas medalhas de bronze e prata. Se bronze fosse medição, nós estaríamos em uma colocação muito melhor, e o mundo só ouviu e viu a bandeira bananal três míseras vezes.

Parabéns ao Comitê Olímpico Brasileiro, por dar uma renda tão grande e usá-la de um jeito tão único que fez com que uma judoca, que fez uma vaquinha na sua cidade pra poder ir pra Beijing acabou ganhando o bronze, e pessoas que ganham cem vezes mais que elas - igual ao ginasta que caiu de bunda e a chorona, só nos trouxeram latão. Parabéns!

Parabéns ao governo corrupto, que pensa que policia na rua tira vagabundo. Escola e esporte tiram vagabundo da rua, não policial fazendo blitz. E o pior é ver o Rei Pelé fazendo propaganda pra trazer os jogos olímpicos pra cá. Faça-me o favor! O Quênia tem mais chances de sediar, ao menos o Quênia, país pobre, miserável com muita fome e desemprego conseguiu mais medalhas de ouro que a república dos bananais.

Claro, parabéns ao Cielo, exatamente quem menos imaginava ganhar, levou. Onde ficou o Thiago Pereira que no pan arrasou? Parabéns às meninas do vôlei, que veio com uma medalha de ouro que há anos tem tentado depois de sempre amarelar na final. E claro, Maureen Maggi, que nos jogos passados ficou na ruim também e nesses se recuperou.

Pessoas que moram nesse país bananal, principalmente políticos: Acordem. Parece que sempre é assim, em uma Olímpiada vamos bem, na outra vamos péssimo, na outra vamos "regular", e depois ficamos bem de novo. Vamos investir, não apenas pra trazer jogos olímpicos e ficarmos podres de ricos com gringos gastando dinheiro com prostitutas aqui, mas se pretendem trazer pra cá ao menos vamos ter moral pra passarmos da Etiópia! Cara, um país que se diz "Terra da oportunidades" perder pra países que estão abaixo da linha de pobreza? Se continuar assim, o objetivo da Terra das Bananas será ter um desempenho melhor que o Jamaica, e não tornar-se uma potencia olímpica.

E claro, parabéns aos chineses. Fizeram do esporte além de uma competição, e claro, todo esse investimento deles tem todo um caráter político, assim como o investimento americano nos esportes também, não tenham dúvida. Mas eles sentem orgulho de ver atletas no topo do pódio e verem suas medalhas. Bananais apenas tentam ter orgulho.

E viva a Grã-Bretanha! UHUL! \o/
A Rainha merece as medalhas. Que Deus a continue protegendo pra sempre e a Inglaterra também.

1 comentários:

Gabriela disse...

Hahahahaha! Sabe que a única coisa que eu mais ou menos acompanhei pela internet dessas olimpíadas foi a natação e a ginástica artística, mas é isso mesmo, pra nós são dois anos da caça, meio do caçador...por que será?
Beijos!

Postar um comentário

Arquivos do blog