segunda-feira, 17 de novembro de 2008

Japoneis é tudo igual!

Hahah... Começando com uma sábia fala de minha avó, haha! Claro que não são iguais, tem como diferenciar japoneses, chineses e coreanos. Não apenas por detalhes fisionômicos, como o clássico truque do U-O-V, onde coreanos tem o rosto em formato de U, bem quadrado, chineses tem o rosto em formato de O bem redondo e os japoneses tem rosto em formato de V, pontudo (isso aliás é um clichêzão imenso, e claro, como toda teoria, existe sua discrepância!).

Tirando claro as óbvias diferenças culturais e o número de Olímpiadas sediadas, a música são comos eles: todos tem olhos puxados, mas existe singelas e ao mesmo tempo aterradoras diferenças. AH-HA! Você pensando que japão só era mangá e anime agora se engana (eu sei que muita gente que acessa aqui conhece sobre música do outro lado do mundo, mas sei também que muita gente pensa que China é só China in Box, por isso como cultura nunca é demais, vamos lá).

Ultimamente de chinês estou começando a me aventurar. Duas que me chamaram muito a atenção foram: Kelly Chen, e Jolin Tsai. Primeiramente as duas são lindas, a Jolin é a menina da foto da postagem acima. Kelly Chen é atriz, de Hoeng Gong, fala cantonês (seu último filme, An Empress and the Warriors é simplesmente lindo e... trágico!) e meninos, tirem o olho. Se casou no último dia três de outubro com um chinês feioso lá que pouco importa quem é. A segunda é Jolin Tsai, com seus 32 de busto, 24 de cintura e 32 de quadril e 26 aninhos, não fala cantonês, e sim Mandarin (afinal, é de Taipei! Inclusive era chamada de Britney de Taiwan, embora hoje em dia seja duvidoso encarar isso como elogio... né... Né...? NÉ? NÉ????!!!!) e joguei algumas músicas dela no meu celular e fui ouvindo durante a última viagem que fiz no sábado. Ah, o nome dela se fala algo como "Yô-lin Tsai". Maldito pinyin dos infernos.

Coreanos infelizmente vou ficar devendo. Vou usar o exemplo que todo mundo conhece e tá cansado de ouvir. Mas sou admirador convicto dela (ela é só dois anos mais velha que eu, haha), BoA Kwon, ou apenas BoA. Menina produzida para a fama, literalmente! Foi achada por uma gravadora e passou anos treinando para aprender a falar inglês, japonês, cantonês para aí sim, começar a cantar. Os álbuns dela eu gosto mais dos de comecinho da carreira (quando ela tinha sei lá, uns seis anos, mas na verdade tinha doze. Alguns dizem que ela é algo como a Maísa Silva coreana) e os últimos dela, principalmente OutGrow.

Japonês, bom... Como só estou falando de mulher, vou continuar só falando das garotas que tanto amo. Hamasaki Ayumi, com seus 80 de busto, 54 de cintura e 82 de quadril e trinta... Trinta anos. Ok, todo mundo fica falando que eu fico de perseguição com a idade dela, então vou ficar é quieto agora. Ultimamente está sim se aventurando em cantar em chinês, com a dificílima de cantar Who..., que é uma das minhas músicas favoritas dela.

Existe também o quesito e o jeitão que cada uma fala inglês. Pra quem não sabe, é quase um dilema ver asiático falando inglês e falando bem. Claro, estão do outro lado do mundo e existe até cirurgias que ajudam um pouco a malear a língua, pois pra eles não é fácil. Cada uma fala de um jeito diferente. Entre todas, acho que ainda a que fala mais impecávelmente é a coreana BoA. Sério mesmo, nas músicas em inglês dela até os vícios de linguagens porcos que os americanos têm ela consegue imitar perfeitamente. Jolin Tsai lançou ultimamente um álbum chamado Love Exercise que vale a pena ser baixado. Tem até Lady Marmalade, porém ela desliza, e muito nos "a", principalmente no verbo "can" (coisa de professor de inglês chato como eu que pega em cima de pronúncia, não reparem), e a Ayumi, bom... Tem um vídeo famoso dela falando em inglês num show (que não estou achando, pra variar), então podem ver ela falando em inglês aqui, numa entrevista de divulgação do álbum Secret pra CNN. São falas regadas de "because" estranhos, muitos e muitos "ahnnnn" e é claro, a voz do guetto com "y'know". Faltou só um "what da fuck you doin', brotha?".

Hahaha... Adoro elas. Todas. Sou fã convicto. Mas não quer dizer que não me divirta com elas também, hehe!

0 comentários:

Postar um comentário

Arquivos do blog