terça-feira, 6 de janeiro de 2009

Fire in the hole!

Parece que árabes e israelenses tão se pegando pra valer. A última foi um bombardeio dos judeus em uma escola da ONU em Gaza que matam quarenta pessoas. Na verdade, o que eu acho de mais interessante é o apelo de mídia que tanto um lado como o outro está fazendo.

Pra ser sincero, não vou defender nem judeus nem palestinos. Guerras acontecem pois os dois lados acreditam estar certos, e ninguém, nem mesmo o Bill Clinton pode pará-los. Isso é verdade tanto entre ingleses e escoceses, bandidos e policia, soviéticos e americanos, enfim. Mas parece que dessa vez pessoas estão de fato sabendo - e pesando - os dois lados da história, e não apenas defendendo os israelenses como o mundo sempre fez todos olharem para apenas sua causa.

Tem até página no Twitter e Youtube do governo judaico defendendo dizendo que essa batalha tem um bom motivo, hehe. Cada vez mais esses conflitos parecem ter também um publicitário por detrás fazendo a marca da guerra ser conhecida e parecer justa. Mas como eu disse, não vou defender nenhum dos dois, mas cada lado tem sim seus prós e contras, e isso ninguém pode negar, principalmente quando se diz respeito à propriedade da Terra Santa.

Acredito que pelo fato de nos tempos atuais haver um intenso uso do conhecimento sendo difundido é interessante ver que pessoas acabam conhecendo tanto um lado como um outro. E isso é bom! Antes apenas todos viam o que Israel tinha a dizer, difundiram pelo mundo que o povo árabe são terroristas sedentos por sangue, tanto por parte do povo judaico como até os americanos pelo 9/11 também. Mas não é, o povo islã são pessoas que são também exemplos de fé, de princípios e apenas uma pequenina parte que acabam caindo, e por consequente (agora sem trema!), corrompendo a imagem de todo um povo e uma tradição secular. Não querendo desmerecer os judeus também, que são um povo forte, extremamente unido, poderoso e são como os chineses atualmente: em todo lugar tem um. Hahaha... Brincadeira!

1 comentários:

::gabi:: disse...

É a crise econômica de um lado, guerra do outro, enchentes e secas. Tudo junto, bem batido, servido numa bela taça com uma azeitona que é pra não deixar de lado o bedelho da secretária de estado norte-americana, à la Manhattan.
Também não defendo nem de lá e nem de cá. Uma briga de sei lá quantos anos, como essa, com certeza não vai terminar hoje, chore o Sarkozy o quanto quiser. Infelizmente é assim, um confronto que já custou e ainda vai custar muitas vidas inocentes e acho que esta sim é a pior parte de tudo isso. Os "big bosses" da vida, estão muito bem, obrigado, em suas mansões sorrindo para o belo investimento que fizeram armando duas culturas que se odeiam.

Postar um comentário

Arquivos do blog