sábado, 16 de maio de 2009

Minha avó já dizia:

...Que o pior cego é o que não quer ver.
Mas enfim, o tempo vai passar e no fim a verdade prevalecerá.

Por ter tido uma criação rígida, acredito ser eu uma das únicas pessoas com minha idade que não tem talento para mentir. Quando contava uma mentira quando era moleque levava uma bela duma cintada, e quando contava verdade, levava uma chinelada do mesmo jeito, hahaha... Gaguejo, suo frio e fico meio pálido, hahaha. Por isso prefiro falar a verdade e acabar machucando do que mentir e perder a confiança. Tava lendo um texto dum blog de uma amiga (Erika-chan, beijomeliga!) sobre a mentira, onde ela dizia algo assim: "Sei que quem mente age assim com todos ao seu redor. Só gostaria que essas pessoas pensassem mais se realmente vale a pena isso".

Como disse antes, estava vendo o filme Espanglês, onde a esposa lá do Adam Sandler trai ele (spoiler!), e o cara ainda perdoa. Impossível de se ver em filmes, certo? Filmes são moldes comportamentais, somos obrigados a agir como nos filmes, pois lá no fundo, acredite: estão até certos. Traição é algo imperdoável, dizer coisas que magoam sua namorada, dar em cima de outras meninas enquanto sua namorada não está por perto, dizer seus pensamentos libidinosos, isso pra mim é uma cachorrada no nível de bicho do mato mesmo. Daquelas feras no cio que pensam que mulher é só xoxota. Tanto pra homem, quanto pra mulher, e isso pra mim é imperdoável, não tem volta.

Na época do colegial (acho que primeiro colegial, sou muito desmemorizado) tinha um amigo que era super apaixonado por uma menina, que sabia mentir muitíssimo bem, diga-se de passagem. Nunca gostei muito dela, não gosto de pessoas que mentem. Mentira ás vezes é necessário, óbvio, são coisas da vida. Mas enganar quem você ama, essa é a coisa mais desprezível que alguém pode fazer. E ela enganava o coitado, dava até em cima de mim que era um amigo dele.

Porém o cara era tão cego coitado, até eu admito que demorei pra cair a ficha embora sempre minhas amigas falassem, porém estava cômodo e seguro para o casal. Não os conhecia antes, mas parecia que haviam começado o namoro na sétima série eu acho, porém com o colegial e os hormonios a menina já nem ligava mais pro sentimento do começo. Queria mesmo era cair na gandaia, beber até ficar de porre, e abrir as pernas pro primeiro que passar. Todos diziam, mas ele não queria acreditar, e pra ser sincero como eu era meio filho da puta também eu nem me metia, hahuehaiehau xD (hoje eu me arrependo)

Como de praxe, sem nomes. Não gosto de ficar lembrando de amigos que já passaram senão começo a bater saudades e vou parecer um velho na cadeira-balanço contando estórias.

Encontrei com ele há uns dois ou três meses num ponto de ônibus meio triste, parecia. Nem se lembrava mais de mim direito, achei isso meio bizarro. Eu ao menos o considerava um amigo. Mas terminou, e eu também nem quis saber o porquê. Mas imagino. Quando estamos amando somos mesmo cegos, acreditamos que nosso parceiro esteja certo mesmo mundo inteiro dizendo que não. Triste, mas eu já passei por isso e sei bem como é. Mas depois passa...

Muitas mulheres perguntam porque homens traem. Não tive nenhuma namorada pra trair, mas por observar outros homens imagino o grande motivo por detrás. Homens precisam de uma mulher que seja: amiga, amante e companheira. Amiga por ser alguém confidente, com quem possa se abrir, dizer dos seus problemas, ser ouvido. Dizem que a gente sabe que uma pessoa vale a pena pra nós quando pega nossos problemas e vêem lá dentro de nós que é realmente algo relevante - que não é uma besteira. Meus verdadeiros amigos são pessoas que ouvem meus problemas e eu ouço o deles, e não alguém que fala pra mim que as coisas que sinto são merdas e besteiras.

Tem a amante também, que é a pessoa para fazer amor legal, dar um beijo que nos faça sentir bem, e outras coisas. Não é baixaria, muito pelo contrário, isso é mais que sadio. É normal, é necessário, embora acredito que não seja imprescindível (essa opinião é minha, deixando bem claro). E por fim temos a companheira, pois amigo vai embora, amante está nos momentos mais gostosos mas a companheira é aquela que está sempre do nosso lado, pega em nossas mãos, nos dá um abraço gostoso e nos apoia em tempos difíceis.

Homens são filhos da puta mesmo. Lembro de um senhor da família, casou com uma mulher meio forçado, e depois de uma certa idade ela começou a ter crises de convunção. Não existia mais a amante, por exemplo. Resultado? Foi procurar quem o satisfaça nesse quesito. Por fim a senhora sua esposa terminou por falecer "um belo dia" e o tal senhor (não vou falar também, mas quem é da família aqui sabe quem é) casou com a tal amante que a fez sofrer tanto de angústia por não poder fazer nada. Porém isso foi no século passado.

Mulheres sempre tem mais paciência, quando amam o cara não importam em não ter o amante, o companheiro ou o amigo. Querem é mesmo ter alguém, não importa quem e mesmo não satisfaça, muitas continuam. Fico triste ao ver que tem tanta mulher que se ilude com homem babaca por aí que segue muito mais a cabeça de baixo do que a de cima. Infelizmente o jeito é esperar e amadurecer, para ambos. Ás vezes falta amor próprio, auto-estima, mesmo quando tem um cara que já esteja afim dela, mesmo nem sendo um príncipe encantado aqui, mas prefere apostar - e confiar cegamente - no antigo.

Ás vezes dá medo de começar de novo, medo de tentar um novo relacionamento com uma nova pessoa, tudo que é "novo" dá um pouco de receio, é verdade. Pode sofrer, mas pode ser feliz também oras! Pode ficar igual a mim que vai tentando e dando murro em ponta de faca, cuspindo pra cima e caindo nos olhos, mas acho que o importante é ir tentando, deixar as coisas rolarem que naturalmente vem (a Erika me falou isso esses dias e achei o máximo, kkkk). Afinal já tou esperando minha "princesa" há uns... Quinze anos eu acho! xD

E vamos seguir procurando. Como uma amiga minha me disse: "Com certeza tem alguém por aí batendo a cabeça também que um dia vai se encontrar contigo!" ^^ E eu vou continuar procurando. Força!

E por fim a partir de hoje esse assunto está fora. De agora em diante é vetado.
Textos escritos hoje sobre isso só irão ao ar dentro de três meses, aproximadamente no dia 15 de agosto. Voltamos a nossa programação normal.

0 comentários:

Postar um comentário

Arquivos do blog