terça-feira, 4 de agosto de 2009

Como nasce um layout - Parte 9

Esse o pessoal mais atual talvez conheça. Ou não. Foi o primeiro que o tema não era algo que eu gostasse, mas algo que tivesse relação comigo e sua estréia se deu longe do último mês, embora se a gente for filosofar é meio estranho você procurar algo que goste que não tenha relação, enfim. Verdade seja dita, as coisas que eu gosto estavam, e estão se acabando! Já prestei homenagens pra várias coisas, então acho que é nessa parte que meu blog começa a ter mais personalidade (?). Nossa, isso foi muito tocante. E meigo.

fallen Pegasus - Ago 2008/Set 2008
Não me pergunte da onde eu tirei. Até hoje eu fico pensando. Mas quem sabe seja isso, seja o puro e simples nonsense mesmo, gosto de trabalhar com coisas sem sentido e pedir pra trouxas, como eu muitas vezes, procurarem sentido numa coisa que não tem. Muitos reclamavam que a parte superior tinha ficado muito grande, mas a idéia era dar uma espécie de imersão, quase como cinema, embora não corresse como eu quis passar a idéia.

Uma das coisas que eu gosto no blog é poder testar, ir praticando e brincando com as coisas. Fundo com um ruído, paisagem entre os pinheirinhos e um cavalo voando. Meio brincadeira com o título, não é um pégaso caindo (falling), mas um pégaso caído (fallen). O cavalo alado que é tão puro, estava nas nuvens, e descobre como é a vida na superfície, longe da pureza lá de cima. No fundo isso significa, e muito, pra mim.

Bleues Pommes - Out 2008/Nov 2008
Título em francês biboso, tive que colocar por uma aposta que perdi. Layout produzido em homenagem ás famosas "Blue Apples", ou maçãs azuis, uma simbologia muito importante, que poucos conhecem, com relação ao Sangreal e em especial, a cidadela de Rennes-le-Château. Tenho um documentário excelente em DVD que eu empresto pra dar um gostinho para as pessoas, hehe. Vale como curiosidade!

Esse surgiu inteiramente de um rascunho. E tive que tirar oitenta porcento das coisas que queria colocar com medo de tomar um belo dum puxão de orelha por falar demais. Ossos do ofício. Ficou mesmo as coisas mais óbvias, menos uma que eu deixei passar que é exatamente uma das coisas mais lindas e poéticas que eu acho da lenda, que são as lindas maçãs que são refletidas na parede, presentes no layout. Quem quiser saber mais eu indico umas visitas a uns locais e umas leituras. Pena que é no sul do França. ¬¬' Pise no país com seus sapatos mais sujos. Acredite, naquele país o seu sapato mais sujo vai parecer limpo perto da porqueira desse povo irritante, burro e desprezível.

0 comentários:

Postar um comentário

Arquivos do blog