quarta-feira, 2 de setembro de 2009

untouch-able

Normalmente quando antes da gente conhece alguém famoso temos a idéia estranha que é uma pessoa intocável. Mesma coisa diria de alguém que, sei lá, conhecemos e mal conversamos - daqueles tipos que olhamos de longe e um dia pensamos que tomaremos coragem de chegar e falar, se apresentar.

A gente começa a pensar que esse tipo de gente está num escalão tão alto que é impossível da gente chegar. Se conhecemos algum familiar ou amigo a gente até pensa: "Uau! Você conhece o fulano-de-tal?".

Fiquei pensando isso esses dias.
Mais precisamente essas coisas vão por água abaixo depois que a gente conversa com a pessoa e diz "Uau, é bem mais normal que a gente pensava", vê que muitas vezes a pessoa não precisa de um ídolo, um admirador, mas alguém pra bater um papo gostoso, daqueles sentados numa varanda, um copão de água gelada, brisa fria e um pôr-do-sol.

Tem uns seres humanos que nos faz ter tristeza de ver a humanidade, mas uns outros que com coisas tão simples nos fazer crer em um mundo, um amanhã melhor. =)

0 comentários:

Postar um comentário

Arquivos do blog