domingo, 11 de abril de 2010

Será que voto na Dilma ou voto no Serra?

Aqui em casa meu pai tem o hábito de rebaixar qualquer opinião política que não seja PSDB. Não vou lhe tirar o direito - ele sequer teve culpa disso. Trabalha num local onde ele ali só pela sua experiência no serviço ele deveria ser o presidente da empresa, e nem sabe que se ele veste a camisa PSDB é por simples e pura lavagem cerebral dos chefes que fizeram nele, que é o povo de elite que sempre o PSDB esteve do lado.

Já o PT, minha mãe é uma das pessoas que mais odeiam o Lula que conheço. Também não lhe tiro o direito, enquanto o PSDB adora ajudar a minoria rica, o PT adora ajudar a minoria abaixo da linha da pobreza. Quem é classe média acaba sempre sendo o maior e o motivo de desempate. Minha mãe porém não gosta do PSDB e tem essa mesma idéia de ajuda de elite que os tucanos sempre pregaram. E quem ajuda os ricos sempre tem mais dinheiro, mais influência, mais espaço na mídia, e todo aquele blábláblá.

Não gosto de nenhum dos dois. Meu voto pra presidência é pra Marina Silva, do Partido Verde. Verdade que odeio esse papo ambiental e isso tudo é bullshit do pior nível e todos estão cansados de saber que Aquecimento Global é tão verdade como mitos urbanos como Morte de Paul McCartney, Enterro de Anão e Kombi Preta. Mas escolhi a Marina pois tem uma vida exemplar, e deveria ser mais uma entre tantas anônimas se não tivesse "acordado pra vida" com os estudos. Ela sempre levantou a bandeira da Educação, e um político que coloque a Educação na frente de qualquer coisa (incluindo o emprego, que é o cargo chefe do PT sempre) pra mim tem mais o que respeito. Tem admiração! Trabalho faz as pessoas se sustentarem, mas é o estudo que traz as pessoas à massa cinzenta do cérebro do país.

Mas aí meu pai falou: "Você vai jogar fora seu voto se votar na Marina. Ela não vai ter nenhuma força política". Como esse blog é um espaço para meus três visitantes diários lerem algo, acho que posso contribuir para clarear um pouco vossas vidas ingênuas.

Primeiro que sou bem contra pesquisas de Boca de Urna. Em especial em um país de eleições diretas como o Brasil é. Pessoas são impulssionadas a votar em quem está na maioria de votos e for com a sua cara. Como temos dois partidos que carregam basicamente todos os preceitos de uma direita-esquerda, dificilmente teremos uma "terceira" opção ("direiquerda?").

Seu voto, mesmo que seja o único pro candidato é mais que importante. A máquina de votação é onde imprimimos nossa escolha e registramos ela. Mesmo que o candidato seja um Zé Ninguém, se escolhemos é porque foi com nossos preceitos e irá me representar lá. Temos que deixar registrado na urna que não somos um país no parlamentarismo do PT/PSDB. Se eles forem com nossos anseios, tudo bem. Se fosse o Aécio no lugar de Serra, por exemplo, mesmo eu sendo paulistano eu votaria PSDB na urna pelo respeito ao Aécio e admiração que tenho por ele ser maior que a do Serra. Mas não foi, então minha opção é na Marina.

A urna é o meio de nós registrarmos nossa escolha. E sua escolha não deve ser repudiada porque a maioria escolhe isso ou aquilo. Talvez quando as pessoas persebessem isso, e entrasse numa eleição muito mais para votar e estudar propostas do que apenas seguir a propaganda na Televisão sem dúvida teríamos um país melhor.

0 comentários:

Postar um comentário

Arquivos do blog