segunda-feira, 28 de junho de 2010

Quanto mais merda, mais adubo.

Talvez exista mesmo algo de muito podre no ser humano. Mas talvez pelo fato de cada vez mais convivermos com essa pobreza de espírito nós temos um estranho sentimento de felicidade que não deveria existir, ao menos na teoria.

Pessoas falam que o mundo melhorou, mas cada vez mais ele se deteriora. Temos nossas vidas, exército de destino todos controlados pelo interesse de empresas. Políticos que são podres, pessoas também igualmente podres e nós aqui, acreditando que o mundo melhorou apenas por causa de uma propaganda na tevê.

Nunca teve tanta gente no mundo, nunca o povo trepou e se multiplicou tanto. Nunca teve tanta pobreza, temos seis bilhões de pessoas no mundo, e mais de um bilhão passando fome. Mas mesmo assim comemos nosso Burger King semanal e ficamos com medo de andar na mesma rua que a vizinha anda porque ela foi assaltada ali.

Que MERDA.
E aí está você lendo uma MERDA, vivendo sua vida de MERDA, pensando MERDA mas sem a capacidade de fazer MERDA nenhuma.
Mas mesmo assim sorrimos e dizemos que somos felizes como "nunca antes na história desse país".
Será que quanto mais coisa ruim acontece mais somos felizes?

0 comentários:

Postar um comentário

Arquivos do blog