quarta-feira, 3 de novembro de 2010

Será que uma mudança de slogan salva a Nokia?

Que a Nokia está falindo, isso ninguém nega. Lembro de quando vi na faculdade uma palestra em 2008 de um dos chefes da Nokia no Brasil dizendo que eles não temiam em nada o iPhone. A diferença é que o iPhone - não dizendo que ele seja necessariamente bom ou ruim - mudou completamente o mercado de celulares que pede hoje uma outra coisa. Queremos sistemas operacionais que além de agradáveis, tenham uma ampla comunidade de desenvolvedores além de outros tipos de apelos genéricos para o público.

Nokia mudou de CEO, agora está com um canadense e mudou seu slogan. "Não é a tecnologia, é o que você faz com ela", que tenta, pela milésima vez, tentar manter-se no mercado usando o sistema operacional que praticamente apenas ela usa, que é o Symbian (agora na sua terceira versão) contra o Android, iOS e Blackberry OS (que este último está chegando na sua sexta versão muito em breve no Blackberry Torch).

Francamente? Acho que a Nokia está se enfiando num buraco que acho que dificilmente uma boa propaganda vai ajudar. Fim do ano está chegando, pessoas estão com bolsos mais abertos e prontas para gastar. Por outro lado, ainda não é algo muito atraente adquirir um Symbian pelo fraco apelo aos consumidores que ele traz. Num tempo nem tão remoto, que a Apple apareceu com um celular nem tão potente (iPhone 3G, alguém lembra?) ela resolveu apostar numa coisa que ninguém apostaria: no sistema operacional. O que resultou? Deu certo, tanto que hoje a ordem é ter um sistema forte e popular do que hardware bacana no celular. Já a Nokia, na época, ao invés de popularizar o Symbian, cometeu erros grotescos, que começou sua queda vertiginosa com o lançamento do Nokia N97. E deu no que deu.

Bons tempos!
Veja a propaganda do N8, a nova aposta da Nokia.

0 comentários:

Postar um comentário

Arquivos do blog