segunda-feira, 9 de maio de 2011

Chico Pinheiro e Mariana Godoy, dois grandes demagogos.

Eu vi uma coisa que me deixou muito revoltado. Digo isso porque pessoas que tem a mídia do seu lado falam exatamente como as pessoas deveriam se comportar, e não dão o exemplo. Em uma matéria do RespirAR (que nome mais clichê...) uma sábia pessoa perguntou se o Chico Pinheiro, Mariana Godoy e aquela loirinha inútil usam o transporte público. O vídeo está aqui. (tá no final do vídeo!)

A loirinha diz que usa a bike. E que mora longe do metrô. Ela não tem cara de quem mora mal... Agora, bicicleta? Quem em São Paulo tem coragem e ousadia de andar de bicicleta na cidade? Primeiro pela falta de educação dos motoristas. Meu pai, por exemplo, tinha o péssimo hábito de buzinar para ciclistas, e toda hora eu falo um monte pra ele. Isso não se faz, você assusta o cara, pode causar um acidente. Eu andava de bike, mas depois de uma vez que eu quase sofri um acidente eu aposentei a magrela, porque vivemos em São Paulo: Os motoristas passam por cima de você. Não é aquele papo de "se eles pudessem passavam por cima", e sim a de que eles passam por cima sim.

O pior de todos foi o Chico Pinheiro, que admite que não abre mal do seu carro, mesmo morando a míseros 6 quilômetros do seu trabalho. Chico Pinheiro, meu caro amigo jornalista mineirinho grande comedor e viril, eu moro no meio do Capão Redondo, trabalhava no Itaim Bibi, a aproximadamente 16 quilômetros de distância. Todo dia eu pegava busão, era uma hora e meia de viagem no horário de pico, lotado, em pé, durante um ano, que me rendeu problemas de saúde e cabelos brancos. Cria vergonha na tua CARA! Seis quilômetros, se eu morasse a seis quilômetros do meu trabalho eu iria a pé!

Só pra você ter uma ideia: Pessoas andam a uma média de 6 km p/h, uma hora caminhando, ou até menos, você faz o trajeto da Carla Vilhena de pijamão até a Globo. E isso se você não cortar caminho por dentro. E não me venha com desculpa de que a cidade é violenta, porque você é homem. E não me venha com a desculpa de que tem que pegar 2, 3 conduções porque você é o tipinho de gente que entra em ônibus e quer pagar com cartão de débito a passagem.

Isso que mais me enoja. A Mariana Godoy então eu nem comento... Diz que anda de metrô pra ir no museu da linha portuguesa mas eu duvido sequer se ela sabe onde tem metrô nessa cidade. Quiçá ônibus. Os pobres tem que foder mesmo, vocês pensam. Eu pergunto do que vale as suas denúncias se nada muda - só piora, e fica mais caro. Onde estão vocês que adoram cobrar as autoridades, mostre mesmo que tem filhos da puta que andam num carro sem dar carona a ninguém enquanto do lado um ônibus está com lotação entupida e vocês fazem NADA pra mudar isso. Inclusive não sabem nem dar o exemplo.

Carona, por exemplo, nenhum de vocês tiveram a capacidade de falar isso como desculpa demagógica igual a loirinha que deu a desculpa esfarrapada da bicicleta (que obviamente é mentira).

Eu sou a favor de tomar as ruas pro transporte público. E fazer linhas de ônibus mais eficientes. O transporte público tem diveeersos problemas que se arrastam desde os tempos que existia bondes. Metrô é sempre o melhor, mas ele é caro, e é muito fácil de se fazer roubalheira (vide José Serra... A linha lilás só vai ficar pronta em 2050).

O que ninguém tem coragem é que o Brasil, por culpa do imbecil Kubitschek, virou escravo das empresas de automóveis. E aí se, chega um prejuizo pequeno pra eles, eles tem que vender mais e mais carros, e mais carros na rua só ferram tudo. Mas as empresas de automoveis gostam de lucrar acima de tudo, aí a coisa só piora... E o Kassab, só anda de helicoptero.

Pessoas dizem que o trânsito de São Paulo é caótico. Mas quem reclama não vê que eles estão sentados, com ar condicionado, em seus carros sozinhos ouvindo música e admirando a paisagem. Entre num ônibus cheio, num corredor parado, em pé e com um cheiro de pobre fedido do seu lado e você vai dar graças a deus por estar no trânsito parado.

Vão tudo tomar no cu!

0 comentários:

Postar um comentário

Arquivos do blog