quinta-feira, 28 de julho de 2011

Os mosqueteiros do rei.

Um livro recente que li e não me arrependi foi Os três mosqueteiros, um clássico de Alexandre Dumas. Resenhar um livro clássico é complicado, afinal um clássico é um clássico, é difícil de achar um defeito muito chamativo.

Dumas escreve com uma grande maestria. Não é um romance visto por apenas um ponto de vista. De fato, o foco é a vida de D'Artagnan e sua ascenção até virar um mosqueteiro. Mas ela corta bastante para a Milady de Winter e Athos, outro dos mosqueteiros várias vezes. Isso é útil para se desenhar a trama em diversos outros pontos de vista.

Outro ponto interessante é a personalidade explorada dos personagens, mesmo que o foco fique mais em Athos e D'Artagnan. Existe alguns capítulos em que eles focam apenas nos outros dois (Porthos e Aramis) e até mesmo na vilã (a Milady) e até mesmo nos criados dos mosqueteiros, Planchet, Bazin, Grimaund e Mousqueton.

Foram quase 800 páginas que me prenderam a uma trama muito bem construída. E parabéns também aos tradutores da versão brasileira, que mantiveram desde os termos até mesmo o sotaque dos suíços! Simplesmente perfeito, parabéns e esse livro está já na minha listinha dos meus favoritos.

0 comentários:

Postar um comentário

Arquivos do blog