terça-feira, 15 de maio de 2012

O que cada um de nós busca como mulher.

Esses dias andei refletindo bastante.

Muita gente diz que uma abordagem na questão sexual é mais efetiva do que uma abordagem via amizade. Mulheres não sabem o que funcionam com elas, uma coisa é o que elas querem, outra coisa é o que realmente as atraem.

Elas querem um cara numa abordagem sincera, meiga e educada. Mas preferem fazer muitas vezes o caminho contrário: primeiro dão pro barbudinho que conheceu na balada bêbada e depois tentar mudar a mentalidade do cara. O que acaba sendo uma tarefa impossível. Amor não muda ninguém.

Muitos amigos (e amigas) dizem que eu vou pra balada pra conversar com a mulherada, onde o objetivo do local é conseguir levar uma menina pra dar uma trepada. E dizem que isso está errado, muito errado.

Sexo é fácil. Muito fácil, eu diria. Mas se eu fosse querer apenas sexo com garotas, não acho que estaria aqui reclamando.

Gosto de conversar, conhecê-las primeiro. O ideal pra mim seria uma amiga que virasse uma namorada.

Não consigo ter um relacionamento com alguém baseado apenas em tesão. Trepar é ótimo, e mulher é um negócio muito bom, não nego. Mas tesão passa. Por mais que você fique com uma gostosa como uma Pietra Príncipe da vida, dificilmente você terá algo duradouro se as ideias não baterem. Se a menina curte assistir jogos de pólo, e você gosta de Ópera, uma hora vai cansar e cada um vai mandar o outro para aquele lugar e vão cada um prum canto.

Gosto de conhecer as mulheres e pesar os fatores. Comecei a fazer um exercício que uma amiga me sugeriu: Pensar nos prós e contras caso fosse engajar um relacionamento com alguma mulher para aí então ir avançando. Isso inclui gostos, comportamentos e outras coisas. É necessário um pouco de frieza e racionalidade nessa hora. Acho que relacionamentos devem ser levados pensando na trindade. Não estou falando de pai, filho e espírito-santo. Estou falando de tesão, coração e cérebro.

De nada adianta uma gostosa se você não sente amor. De nada adianta você estar apaixonado se você sabe que os gostos não batem. De nada adianta a menina ser perfeita em compatibilidade se você não sente tesão. Acho que é um bom começo, especialmente pra construir algo duradouro.

Talvez esse seja meu problema. =/

Comer meninas é fácil. Se apaixonar também. Admirar também. O difícil mesmo é construir um relacionamento duradouro e verdadeiro. E achar alguém que realmente queira isso.

0 comentários:

Postar um comentário

Arquivos do blog