quarta-feira, 19 de dezembro de 2012

Vamos babar pelas misses!

Ah! Essa parte do ano que o mundo fica bem mais bonito, hehe. Miss Universo sempre é interessante. Esse ano tinha até chef japonês no meio dos jurados, o que deixa lá um pouco estranho essa votação. Às vezes parece que escolhem sub-celebridades zuadas para ficarem lá votando, mas tudo bem. Vida prossegue.

Essas são as que mais me chamaram a atenção:


África do Sul - Melinda Ban
A sobrevivente do apartheid loirinha representando a África do Sul. Achei um dos melhores corpos! Muito boa! 


Indonesia - Maria Selena
Que olhos! Das orientais é uma das minhas favoritas, mas essa nem foi escolhida. Indonesianas sempre são demais. Homens que gostam de orientais é sempre bom dar uma olhada nessa terra boa. Elas são orientais com corpo, pele mais moreninha e com esse olho puxado sensual que me atrai como imã.


South Korea - Sung-hye Lee
Eu sempre fico no aguardo do trio dureza Japão-China-Koreia. Mas esse ano as três foram meio feinhas. A menos feia foi a koreana. A japonesa tinha zero de corpo, um sorriso bonito mas rosto feio. Já a chinesa muito magrela, não tem onde pegar, nem peito. A koreana pelo menos sabe dançar o Gangnam Style.


Mexico - Karina Gonzales
Desde o começo uma das minhas favoritas. Não dá, as latinas sempre estarão dentro dos padrões de beleza meio mundiais, e fiquei surpreso de ver ela sair tão cedo da competição. Lindíssima! Acho que tinha a beleza latina mais autêntica.


Netherlands - Nathalie den Dekker
Eu amo a Holanda! Essa aí nem foi aprovada entre as dezesseis iniciais, pobre ser. Esses cachos louros derrubam qualquer cara. Achei que ela tinha um corpo na medida certa, embora não fosse lá excelente.


USA - Olivia Culpo
Representando a terra da pornografia, a americana Olivia Culpo. Não sei porquê diabos, mas eu sempre fico vendo se a miss americana tem cara de porn actress. Essa não tem (a do ano passado era só usar um pouco a imaginação e você veria ela numa cena tórrida), ao contrário, tem cara de latina. Será que a América se rendeu à beleza das latinas?


Venezuela - Irene Sofiá Esser Quintero
Desde o começo eu falei: "FUCK, já ganhou". Acima de tudo o charme. Ela parecia brincar a competição inteira, charmosa, provocativa e acima de tudo muito, muito, muito elegante. Pra mim o jogo inteiro estava na mão dela. Carisma nota mil. E o resto também.


Brasil - Gabriela Markus
Linda. Mas pra ser mais linda faltou uma coisa: ser mineira. Mas mineira é mais gosto do Brasil entendo, o mundo não está preparado para uma mulher criada com pão de queijo. 

0 comentários:

Postar um comentário

Arquivos do blog