quinta-feira, 14 de fevereiro de 2013

Coturno all star, legging preta e cabelos curtos.

Hoje fui pra mais uma entrevista. Ao subir no ônibus, três pontos depois uma menina de cabelo playmobil, blusa branca (sem decote), uma legging preta (preenchida de pecado, belas pernas aliás) e um coturno all star. Porém um detalhe mudava tudo: uma correntinha com o "L" estilizado de Death Note. E aquela cara de poucos amigos.

Eu nunca entendi isso. Toda vez que algo me abala emocionalmente, você aparece pra mim. E dessa vez apareceu na forma de uma menina que tinha um ar muito similar ao seu, uma tomboy.

Ah, as tomboys. Se os homens soubessem delas, abandonariam qualquer patricinha cuja a unica gama de cores que conhece é a de esmaltes. Essas "meninas meio menino", assim como era você.

Uma menina que ao invés de ficar se entupindo de maquiagem, jogue baseball com você. Uma menina que ao invés ficar fofocando sobre a vida alheia, que tire uma com sua cara como seus melhores amigos. Uma menina que ao invés de ficar de frescuras, vá com você caçar baratas para depois retalhá-las.

I had my tomboy girl.
But now, she's dead.

Happy birthday, sweetheart.

0 comentários:

Postar um comentário

Arquivos do blog