sexta-feira, 19 de abril de 2013

Em busca da margem da felicidade.


Dificilmente um desafio que é para você, é pro outro.

Acho que, nesse caminho para a iluminação, talvez tenhamos em frente um desafio. E isso difere das nossas personalidades ou valores. E quando enfim superamos isso, acho que podemos dizer que chegamos lá.

Todo mundo tem uma fraqueza. Uns é família, outros são amores. Outros podem ser estabilidade de emprego, ou mesmo alguma coisa bem cara que conquistou. Podem ser irmãos que tem problemas, ou pessoas orgulhosas que não valorizam o trabalho em equipe. Podem ser pessoas que querem proteger a próxima e não sabem o que fazer quando perder o que devem proteger, ou pessoas que devem aprender a serem mais fortes, a se virarem melhor. Ou ainda pessoas que não conseguem ficar sozinhas, ou pessoas que faltam de fé.

Não exista talvez um desafio único para todos, assim como pode ser que pessoas tenham 2, 3, 10 desafios pequenos - mas igualmente complicados. Tudo depende de karma.

Mas acima de tudo, você adquirir o despertar, significa que você superou isso. Imagina para uma pessoa que, vamos supor, seja solitária e com um coração orgulhoso. Pode ser que essa pessoa esteja sozinha, mas ela deve compreender que mesmo que as pessoas ligadas a você estejam distantes, cada um tem um objetivo em comum. E que essa pessoa, antes orgulhosa, esteja na verdade ajudando o próximo, pavimentando sozinha um caminho para os outros passarem, pois ela no momento é mais forte.

Eu cheguei a esse insight esses dias. Pode olhar ao seu redor. Quando as pessoas conseguem superar esses desafios internos, vejam o crescimento como pessoas que eles têm. Até mesmo você. Pode ser que seu medo seja de qualquer coisa, mas quando você encara seus anseios, e supera-os de frente, você caminhará um passo a mais para ser o mestre de sua própria mente.

Como se todos nós tivéssemos um caminho nebuloso na nossa frente. A outra margem é a iluminação. Se nós abrirmos o caminho a nossa frente, em linha reta, superando tudo, conseguimos chegar lá. Mesmo que superemos apenas essa linha reta de adversidades, nós tocamos essa iluminação.

Por isso, desafie-se. =)

0 comentários:

Postar um comentário

Arquivos do blog