quinta-feira, 6 de junho de 2013

15 anos, suicídio.

Eu sou um grande admirador do Michael Jackson. Fiquei arrasado quando ele morreu. Mas hoje, pensando um pouco, acho que deveria agradecer ao Michael. Ele era a base da minha vida até aquele momento, sua pureza, sua sinceridade, seu histórico com um pai duro e sendo alvo de bullying na escola. E Michael, indiretamente, me apresentou ao budismo Shinnyo. E sou muito grato a ele. =)

(Longa estória. Mas quem me conhece, sabe)

E ontem, uma notícia bombou. E obviamente a mídia como sempre iria cair em cima. Parece o karma da família Jackson, infelizmente. O Michael sofreu muito com isso, e isso faz com que nós, fãs, odiemos a mídia e esses jornalistas sensacionalistas.

Mas fiquei pensando aqui. Claro que vão aparecer mil e um boatos, já tem gente dizendo que foi decepção amorosa e por não ter ido a um show do Marylin Manson. Os motivos não importam tanto, mas que coisa é essa de suicídio tão cedo, né?

Bom, não vou dizer nada né...

E o primeiro comentário das pessoas é: "Jovem, bonita e rica". Como se isso realmente importasse, e francamente, acho que isso apenas causa problemas. Muitas pessoas têm mesmo esse anseio de ter dinheiro, serem ricos, mas quanto mais eu vejo sobre, mais vejo que isso é uma grande maldição. A menina é filha de um ícone mundial, não consegue levar uma vida normal, e mesmo quando tenta, a mídia cai em cima.

Orei por ela hoje. Essa coisa de suicídio é muito triste. Espero que, se for verdade, que passe logo e ela volte a dar seu sorriso mais e mais vezes. =)

0 comentários:

Postar um comentário

Arquivos do blog