quarta-feira, 25 de dezembro de 2013

Porque eu acredito em Papai noel?


Pois é! Olha o tamanho do marmanjo.

Quase tudo o que aprendi foi sozinho. Eu lembro quando na terceira série eu, num livro de ciências, descobri o que era sexo. "Hum... Então põe isso dentro daqui e isso resulta em filhos?". Não! Isso era muito estranho. Sabe, até hoje eu vejo mulheres grávidas e ainda penso que elas estão com uma melancia dentro da barriga delas. Acho que até mesmo se eu for pai, vai ser difícil de imaginar que tenha um filho meu dentro da barriga de alguém.

Normalmente crianças acreditam em Papai Noel porque ou o pai aparece vestido de bom velhinho, ou porque os presentes "aparecem" na manhã do outro dia. Nunca pedi brinquedos pro Papai Noel porque meu pai me dava um jogo novo de videogame nessa época do ano, então eu pensava assim: "Bom, se eu não pedi nada pro Papai Noel, claro que ele não vai me aparecer, mas não quer dizer que ele não exista!".

Eu sei, e tinha consciência desde sempre que os Papai Noéis nos shoppings eram apenas covers. O verdadeiro claro que não iria pro shopping.

Pessoas ainda têm essa mania de acreditar apenas no que vêem. Então tudo o que existe é algo apenas reservado para o que nossa visão vê? Acho que é uma visão muito limitada das coisas.

Acredito que o Papai Noel seja uma coisa muito louca, uma energia muito forte que nos dá presente muito maiores do que precisamos ou queremos. Não é um presente, dinheiro ou algo assim. O Natal sempre acaba sendo essa data onde pessoas olham umas pras outras muito mais pelo coração do que pelo bolso. Mesmo que seja apenas um dia do ano dentro dos outros trezentos e sessenta e quatro, acho que é mais do que um milagre pra acreditar que ele existe. Isso sim é milagre natalino.

Por essas e outras eu, com vinte e cinco anos, ainda espero um dia desses aí encontrar o verdadeiro Papai Noel. E agradeceria muito a ele!

Feliz Natal! ;)

0 comentários:

Postar um comentário

Arquivos do blog