segunda-feira, 30 de junho de 2014

Como é duro viver assim.

Pois é, ela deu o ultimato.

Mas acima de tudo, acho que cresci como pessoa. A coisa que mais abalaria a minha fé foi colocada em prova. Declarei meus sentimentos pra pessoa que amei secretamente durante os últimos anos. E sua resposta foi "não".

Não sei descrever o que sinto depois de tanta luta ter sido uma luta em vão. Mas eu lutei. Por mais que eu tivesse medo, por mais que eu colocasse a prova tudo, eu encarei de frente. Não apenas os meus sentimentos, mas lutar por eles, que eram coisas que eu dificilmente faria.

Meses atrás quando encontrei a Natália, uma amiga da época do ginásio que eu tinha uma quedinha, me veio um pensamento na cabeça. Sobre como seria minha vida se eu tivesse namorado uma determinada pessoa. Me julgando como eu acho que agiria, e considerando o quão puro sempre foi o sentimento que direcionava para essas garotas, consigo ver centenas de possibilidades se eu ficasse com cada uma delas.

Não sinto falta, isso é apenas um pensamento. A vida é feita de escolhas. No fundo nós mesmos que somos responsáveis pelas falhas e êxitos. A acredito que as não-escolhas também. Podemos fazer escolhas que irão nos causar problemas, ou podemos negar fazer escolhas boas e escolher fazer o ruim. Enfim... Lei da causa e efeito. Isso que rege o universo.

Eu já disse tudo o que queria dizer a você. Não consigo por de maneira mais sincera o meu sentimento por você, e obviamente só eu sei o quanto de sinceridade que direcionei. Verdade que me respondeu de uma forma rude antes, mas chegou um momento que eu via que você nunca me daria ouvidos. Que continuaria fugindo. Continuaria negando com todas as forças. Que continuaria dizendo que não merece. Por mais que eu mostrasse isso na sua frente.

E eu insisti.

Mas chegou um momento que eu não buscava mais tanto ser aceito por você como seu namorado, e sim, que você pensasse naquilo que tinha escrito, e que mudasse sua maneira de ver a vida assim como eu, graças indiretamente a você, mudei minha visão sobre relacionamentos.

Eu havia me fechado. Todo sentimento que eu nutria eu tentava suprimi-lo de qualquer forma. E aprendi que esse não era o caminho. Que tenho um coração muito grande, e não devo nunca ter medo de me envolver com as pessoas. Por isso eu tento sempre ser essas coisas ao máximo. Amar as pessoas na mesma intensidade que quero ser amado. Me dar chances para me apaixonar e que outros me amem também, não apenas quem eu eleger como uma boa parceira, aceitar meus sentimentos, e acima de tudo enfrentar meus medos, mesmo que 90% das mulheres que já tentei alguma coisa tenha dado num fora.

E quanto a você? Sinceramente, oro muito pelos Budas para que eles te ajudem a ver isso tudo que tentei mostrar que você ainda fica negando que não tem. Sei que você vai se fechar pra mim de novo, você sempre se fechou com medo das pessoas verem suas fraquezas e usarem contra você. Todos nós somos assim. Eu também não sei se a pessoa do meu lado é um psicopata que vai usar tudo o que eu mostro contra mim. É um medo com embasamento.

Mas tudo o que eu disse foi sincero. Foi esperando uma atitude sua. Não precisa ser comigo, sei que você conhece meus defeitos e meus problemas como ninguém, e sei que escondeu os motivos, pois por mais que me mostrasse, mais eu teria argumentos pra rebater um a um.

O que você me deu não foi um não gosto de você. Foi um não quero ficar com você.

Estou mentindo e confundindo as coisas de novo? :)

E quem sou eu pra insistir? Não adianta, por mais que eu dê motivos, você nunca dará a abertura, porque você gosta de mim. O esquema mesmo é que você não quer ficar comigo, e nunca achou que poderia ser sincera o suficiente pra dizer.

Apenas me prometa que vai seguir na sua vida, e parar e ficar nutrindo sentimentos por ex-namorados ou por carinhas que você julgou que seriam bons partidos e te deram um fora - afinal, eu devo ser um péssimo partido mesmo.

Mas seja apenas... Feliz.

Sinto uma grande tristeza dentro de mim, é verdade. Todos esses anos, todo esse tempo todo nutrindo essa vergonha, todos esses anos sonhando, todos esses anos tentando de aceitar apesar do seu jeito. Vai ser muito mais difícil pra mim do que vai ser pra você. Você apenas deu o fora, é bem simples e até divertido. Quem não gosta de ver pessoas fazendo loucuras por nós? Alimenta e inflama nosso ego, nos faz nos sentir queridos e especiais. Quando cansar ou avançar, dá um fora, simples. Convivemos no mesmo local, e teremos que nos ver, mesmo eu nutrindo esse carinho por você. O que se passa pela minha cabeça? Só eu sei.

Mas a vida é assim.

Talvez demore dias pra você entender o que eu quis dizer. Talvez demore semanas, meses, ou até mesmo anos. Mas o amor por mim mesmo vem antes, não vou ficar me humilhando. A escolha é sua. E agora sou eu que tenho que conviver com essa escolha.

Eu sei o quanto eu cresci. E agradeço profundamente.

0 comentários:

Postar um comentário

Arquivos do blog