quarta-feira, 11 de junho de 2014

Não sou um DiCaprio.

Não sou um DiCaprio. Infelizmente.

Eu sei que você tem esse medo de relação. Ao mesmo tempo eu admiro, admiro muito esse cuidado que você tem, especialmente com seus pais. No começo eu pensava: "Nossa, essa menina realmente em muita garra. Mas ela vive nesses romances de mentirinha, só sabe sonhar, não desencana do ex-namorado. Será que se ela conseguisse mesmo alguém, ela iria namorar essa pessoa?".

Não quero julgar meu sentimento. Isso eu já fiz antes. Só gostaria te falar o que eu sinto por você. Acho que apenas quando eu aceitar essa situação, vai ser quando vou conseguir enfim lidar melhor com essa paixão por você.

Não fui movido por carência. Eu te disse que eu me sentia muito sozinho sem você, não? Que nos momentos que precisava, sempre eu ficava em segundo plano, que eu sempre disse que achava que você não me considerava um amigo, e sim o carinha que frequenta o seu trabalho. Foi naquele momento que eu via você não como a minha guia, mas como uma mulher. E acho que isso é o que entrava em conflito comigo, sendo um homem. E por isso menti. Dizendo que nunca ficaria com você sobre hipótese nenhuma.

No momento daquela mentira que eu percebi o quanto eu te amava. Mesmo que eu não conseguisse definir quando esse sentimento começou, quando ele morreu, e quando ele voltou. Mas ao mesmo tempo eu sabia que você nunca ficaria comigo. Não apenas pela minha condição econômica, ou por eu não ser do seu tipo, já que você sempre gostou de pessoas loiras (mas se isso te conforta, se tivermos filhos, existe uma chance mínima de saíram com olhos claros! Tenho os genes tanto por parte de pai, como de mãe!).

Mas sim, porque sabia que que você vivia num mundo imaginário.

Eu também era assim. E, sinceramente, em muitos dos meus sonhos que tinha com você, era tão lindo e tão único o sentimento que havia entre nós. Mas quando eu acordava que eu via que aquilo era um sonho. Que seria impossível entre nós, e sabendo disso tinha tomado a decisão de morrer com esse sentimento dentro de mim, de nunca contar pra você e pra ninguém.

Me sentia tão feliz ao seu lado! Mesmo que você não falasse nada. O dia ficava bom e feliz, e sempre a despedida tinha um gosto de quero mais. E isso porque nunca sequer trocamos um mísero beijo! Ficava feliz com a sua presença. Ficava feliz em te ver. Ficava feliz em apenas ficar ao seu lado.

Mas o sonho dói. Dói na hora que a gente acorda, e percebe que todo aquele carinho era apenas uma doce ilusão.

Eu sei que dá medo. Somos jovens, oras. Uma vida de incertezas, não sabemos quem amamos, quem desejamos. E por um bom tempo, eu também me perguntava se era apenas algo passageiro, mas foi crescendo e crescendo. E mesmo hoje, mesmo depois de ter te falado tudo, sinto tanta vontade de te abraçar forte, mas todas as vezes que vou meu coração dói. Porque sei que continuo nutrindo esse sentimento puro de amor por você.

Eu entenderia seu trabalho como ninguém. Entenderia que você tem uma agenda complicada. Mas queria um namoro como outro qualquer, sabe? Andar de mãos dadas, conversar, comer algo barato na esquina. Se existe algo similar ao Jack Dawson do Titanic é isso, não tenho muito a oferecer, mas o que sinto é puro. Quero realmente ser o seu escolhido. E acima de tudo, ser o seu real, tirar desse seu mundo de paixões que só existem nos seus sonhos, porque juntos podemos transformar isso em realidade. Nós dois!

Nesse momento sei que você está do outro lado do mundo. E estou aqui orando por você. E mesmo que não dê certo, vou continuar do seu lado. Meu sonho sempre foi ter uma namorada amiga, e você conseguiu quebrar o gelo desse coração velho, que era tão sonhador como você. Ou você pensa que foi fácil eu sair dos meus sonhos com você e me declarar pra você? Eu jamais ia querer fazer isso, mas tive que fazer.

O que estou querendo te oferecer é um relacionamento real, com alguém real e que tem muito amor pra te oferecer. Sabe, aquela coisa de que "o amor está bem na sua frente"? Ele está aqui. Só preciso que você diga "sim".

Não sou um DiCaprio como você sempre sonhou. Mas sou real, e estou sempre aqui, do seu lado. O que custa tentar? Prometo que darei o meu melhor.

E ficarei aqui até receber o seu "sim".

0 comentários:

Postar um comentário

Arquivos do blog