terça-feira, 23 de dezembro de 2014

Às beiras do caminho Sith.

Eu me sinto meio igual ao Anakin Skywalker acordando dos pesadelos em Tatooine.

Sempre achei "Anakin" parecido com "Alain" (assim como sempre achei que se falava "Anakãn", como é o caso de "Alãn"). Será que eu tenho um futuro como Darth Vader? Pelo menos vou ter um sabre de luz vermelho. Isso é o que mais me atrai num caminho Sith.

E novamente despertei. Esse está fresquinho na mente, foi realmente agora, só peguei o celular pra postar... Realmente acordei agora. Que sonhos, não? Dessa vez você e eu novamente. Eu te encontrei lá, e você havia me olhado com aquele olhar distante que você sempre teve. E eu sempre com aquela esperança estranha.

Nós não conseguimos conversar direito nunca. Acho que é um misto de timidez, com nossos próprios medos. Você apenas me olhava com aquele olhar distante e pedia pra ler o email que você enviara.

E nele você me falava muitas coisas.

E novamente me machucava. Me dizia coisas que eu sempre soube que era verdade, mas que novamente aquilo soava como ultimato. Pra parar com isso de vez. Parece um misto de premonição com "eu sabia que ela nunca aceitaria o convite". E de fato, no final vinha um "não vou aceitar seu convite, não me envie mais nada desde tipo nunca mais, pare de nutrir falsas esperanças. Nunca ficaremos juntos".

E como todas as vezes que você disse isso, novamente ficava arrasado.

Ontem não dormi muito. Parece que essa noite não vai ser o calor do interior que vai me tirar o sono, mesmo que aqui esteja fresco depois da chuva que deu. Esse sonho já me tirou completamente o sono...

Como você dormia depois de um sonho desses, Anakin?

0 comentários:

Postar um comentário

Arquivos do blog