quinta-feira, 11 de dezembro de 2014

Cusco 2014 - Epílogo


Quando cheguei em casa fui recebido pelos meus pais e a Meggie, minha cachorrinha. Sempre quando viajo ela fica muito mais excitada que o normal, e não foram poucas lambidas que recebi dela.

Minha mãe e meu pai haviam dito que havia assistido ao serviço religioso online, mesmo que ambos não fossem conectados ao budismo como eu. Isso me deixou muito, muito feliz mesmo. Minha mãe disse que achou a cerimônia muito bonita, realmente mostrando a busca pela paz mundial.

Quando subi ao meu quarto e vi o altar do Buda, eu agradeci.

Agradeci por voltar são e salvo para casa. Realmente pensei que não sobreviveria.


Agradeci muito pela imensa compaixão e proteção que recebi todos esses dias. Eu normalmente não aguento nem meia hora embaixo do sol, e dessa vez suportei durante horas. Isso é realmente inexplicável.

Agradeci por terem protegido nosso vôo, afinal era uma área de intensa turbulência, mas parecia que nosso avião era protegido por uma força invisível.

Agradeci por mesmo apesar de tudo terem me dado forças. Foi complicado representar os jovens, mesmo eu passando mal, mas depois de orar muito mentalmente, novamente os budas não me deixaram na mão, e me protegeram, me deram forças.

Agradeci por não ter rolado nenhuma briga, e todos nós desfrutarmos uma viagem que ficará para sempre nas nossas memórias.


E engraçado que depois que voltei, tudo aquilo havia passado! Pensei que ficaria ainda alguns dias ruim, mas acho que tudo tem um porquê. No budismo se ensina muito a darmos um passo além. Voltei com minha fé ainda mais fortalecida, agradeci muito pelas coisas que senti e vi espiritualmente lá, e com uma gratidão imensa por tudo ter dado certo, e feliz por ter participado daquele sonho que havia se iniciado há dois anos atrás.

E bem vindo de volta! É bom estar entre os espíritos dessa terra novamente. Sei que estavam esperando nosso retorno ansiosamente. Trouxemos muitos docinhos pra vocês. =)

This is my town, watch your step if you come around! ;)

0 comentários:

Postar um comentário

Arquivos do blog