quarta-feira, 31 de dezembro de 2014

No rain, can't get the rainbow!


Olha que coisa linda! Foi um imenso presente dos budas pra todos nós esse lindo halo ontem. Eu vi quando chegava em São Paulo, foi uma linda recepção e um belo espetáculo no céu.

Sempre no começo do ano começamos com o sentimento de que queremos fazer muita coisa. Eu lembro que quando eu fazia academia o mês de janeiro sempre tinha caras novas. Mas mal acabava o mês e nenhuma daquelas pessoas novas estavam lá.

Para se conseguir algo que quer, devemos persistir. As coisas não são resolvidas num passe de mágica, deve-se trabalhar muito, todos os dias, com muito amor. Por isso eu não sou adepto da lista de metas pro ano.

Porque a vida é inesperada, e embora muita gente queira que a vida seja tranquila e sem percalços, isso é uma utopia e nunca a vida será assim. Ao invés de apenas enxergar os problemas na frente, porque não enxergamos a esperança?

Não é apenas o primeiro de janeiro que é o dia para se reinventar. Temos 364 outros dias pra isso! E mesmo que não quisermos, é natural da vida se reinventar, nos adaptar. Se dedique em fazer algo que realmente ame. Tire um dia pra se dedicar pras outras pessoas. Se dê a chance de amar uma pessoa loucamente. Elogie e sorria pras pessoas sempre, como se sua vida não tivesse problemas, porque se você parar pra ver, de fato não tem, comparado com os outros! A vida é maravilhosa, e não escrever metas é estar aberto para tudo de novo que virá. E pode ser bem melhor do que a meta de emagrecer alguns quilos, arranjar um emprego que pague dezenas de milhares, ou conquistar a princesa (ou príncipe).

Provavelmente não consegui realizar todas minhas metas pessoais de 2014, mas sempre haverá o amanhã, por mais difícil que o hoje seja. E que o amanhã vem acima de tudo repleto de esperança, que será um novo dia, da mais louca alegria, que se possa imaginar. ;)

Usemos todas as oportunidades para crescer. Vamos viver cada dia do ano com a mesma intensidade e esperança da virada. Vamos dar as mãos, um dois três, e ajudar uns aos outros, e assim construir um mundo ao nosso redor melhor. Mas acima de tudo não encarar a vida com tanta seriedade! Lembre-se que o Vegeta sempre foi sério e sempre quis ser o melhor, mas o Goku no fundo só queria se divertir, e sempre foi insuperável. Esse é o segredo! =)

I get knocked down, but I get up again, you're never gonna keep me down!

0 comentários:

Postar um comentário

Arquivos do blog