quinta-feira, 7 de janeiro de 2016

Pegasus 10 - 2011


Em 2011 eu me formei. A faculdade foi algo inesquecível e excelente, mas o TCC foi uma experiência que eu não sinto falta alguma.

Talvez essa caricatura seja bem um reflexo de como eu estava naquela época. Completamente maluco, com os olhos virados sem dormir, uma pilha de coisas pra escrever, resumir e pesquisar, e minha orientadora, como uma sombra pairando sobre mim.

Isso sem contar a reprovação.

Por mais que eu goste de diversas outras áreas (de astronomia, até gastronomia), eu ainda assim adoro design. E sempre gostei muito da faculdade, minha pior média foi um 8,0. Era sempre disso pra cima, porque eu realmente gostava muito. E todos os semestres, por mais que fossem puxadíssimos, eram ótimos, pois eu sempre curtia mais e mais. Até chegar o famigerado TCC.

O TCC foi também um período bem solitário, porque todos os amigos estavam focados nos seus trabalhos, nem sempre eu encontrava mais os meus amigos, as aulas eram substituídas por orientação pra monografia, enfim. Mas no final, depois de muito suor, lágrimas e sangue, tudo terminou bem. Mas a incerteza, o medo, o fantasma da reprovação, tudo isso pairou até o momento em que na última banca eu recebi a aprovação. Até demitido do emprego eu fui, pra ter noção da pilha que minha vida estava.

Foi sem dúvida um período muito complicado. Que passou, mas que foi muito, muito difícil.

0 comentários:

Postar um comentário

Arquivos do blog