sábado, 23 de abril de 2016

A geração Bolsonaro.

(Antes de mais nada, esse texto não faz apologia alguma a favor de Jair Bolsonaro, golpe militar, ou qualquer coisa do gênero)

Ano passado eu fui no açougue, e na hora que eu tava no caixa a funcionária estava de olho na tevê, vendo uma das muitas manifestações do ano passado, que estava passando em uns flashes na tevê. Ela me deu o troco e disse o seguinte:

"Ah, eu acho que podia ter um golpe militar mesmo. Tudo naquela época funcionava bem".

Eu nessa hora dei um sorriso amarelo, me virei e fui embora, caminhando com muito medo dessa pessoa. Acho que muitos viram a declaração de Jair Bolsonaro na votação do Impeachment (que eu não quero discutir aqui o seu mérito ou falta de), e sua homenagem a um tal de "Ustra":


Seria um país muito bom se ao invés de pessoas brigarem entre si, coxinha versus mortadela, tucanos versus petistas, se todos unissem as forças contra pessoas como essas. Pessoas que defendem a ditadura, golpe militar, e coisas do gênero.

Eu gosto muito de ouvir o que pessoas tem a falar. Muito mesmo. Acho o ser humano um bicho muito curioso, eu gosto de estudá-lo em seu habitat natural, haha. Tenho várias teorias do comportamento humano na gaveta. E fiquei pensando quem seriam as pessoas que apoiam um discurso como o do Bolsonaro.

E, observando ao meu redor, vi que existem umas pessoas, nascidas no período de 1958 até meados de 1975, que eram crianças nos anos de chumbo do Brasil, que tinha um número maior de apoiadores do Bolsonaro do que nas outras faixas etárias. Não estou dizendo que TODOS dessa geração seja assim, repito: a maior incidência que vi foram de pessoas nessa faixa etária.

E fiquei pensando no motivo dessas pessoas, que não são nem velhas, nem novas, estarem apoiando tanto a volta da Ditadura. Seria uma nostalgia infantil? E vi como educação pode ser algo bem perigoso, e pode arruinar quase uma geração inteira.

Nessa época existia uma coisa chamada "Educação moral e cívica". Uma coisa que, se você perguntar para uma pessoa que nessa época estudou, ela vai dizer que era uma coisa maravilhosa, e ensinava valores, patriotismo, e blábláblá. Mas nem preciso dizer que isso sim era uma verdadeira lavagem cerebral pró-ditadura fixada nas pessoas. Sem contar que devia ser um pé no saco todo dia ficar cantando o "Ouviram do Ipiranga Barra Funda, Dom Pedro escorregou bateu a bunda".

Vejo pessoas que conheço nessa faixa etária que são patriotas fervorosos, pessoas que choram ao ouvir o hino nacional, que tem um quase fanatismo em dizer que é do Brasil, e eu quando as vejo tenho medo de ver no que a humanidade se tornou. Pessoas essas que viveram exatamente no período de ditadura, ao invés de enxergarem o quanto de coisa ruim aconteceu naquele tempo, acha que aquilo é a solução para o país. E nem adianta defender, que existem vários argumentos falando da verdade sobre as mentiras contadas sobre a ditadura.

E sabe o que é pior? Muitas pessoas apoiando o tal "Bolsomito" estão influenciando erroneamente uma galerinha mais nova aí a ir nessa onda. Eu conheço gente da minha idade (ou até mais novos) que apoiam volta da ditadura abertamente, provavelmente influenciado pelo papai, mamãe ou titio. WTF?

Embora pareça óbvio, se você apoia cegamente retorno da Ditadura Militar, talvez esteja se perguntando porque esse texto é contra isso com todas as forças, mesmo você, que apóia isso, acha que eu não tenha motivos pra ser radicalmente contra isso (sim, existem pessoas que pensam assim).

Antes de mais nada, democracia pode não ser a coisa mais justa do mundo. Mas dentre os males, é o menos pior, e isso é um facto. É a democracia que te dá a liberdade pra poder apoiar, se manifestar, pensar com sua própria cabeça e formular seus próprios argumentos. E, óbvio, a melhor parte de todas, poder escolher os seus líderes por meio das eleições.

Isso é maravilhoso, né? Mas na Ditadura isso não existe.

Num mundo democrático você pode concordar ou discordar de qualquer coisa. Você pode sugerir, e a única coisa que você no máximo vai aturar é alguém indo contra o seu ponto de vista. E claro, se você tiver uma cabeça boa, vai respeitar, e não vai precisar dar unfollow no amiguinho.

Já na Ditadura se você pensa diferente, você é torturado, preso ou eventualmente morto.

Na Ditadura não existe transparência, a roubalheira vai ser desenfreada. Quando alguém vier defender a Ditadura como saída pra progresso econômico, diga que o Brasil ficou com uma dívida imensa a ser paga, e a inflação do final dos 80 foi um presente de despedida dos militares ao Brasil. Corrupção era centenas de vezes pior, a mídia só podia mostrar o que convinha aos militares, e muitas, muitas, muitas pessoas foram caçadas e mortas, se exilaram, foram perseguidas e disso aí pra pior.

Então, não venha defender Ditadura de nenhum aspecto, pois qualquer regime militar que seja deve ser defendido jamais. Não é apenas cortar as liberdades individuais, mas também sinônimo de enganar o povo, lavagem cerebral, corrupção e medo. Bolsonaro não representa a direita nem aqui, nem no colo de Donald Trump (que é outro que foge do conceito de direita). Bolsonaro representa o retrocesso, então ao invés de ficar brigando entre quem defende um partido X ou Y, juntem forças pra apagar qualquer resquício de apoio a retorno a uma Ditadura que houver nesse país. Vai ser muito mais útil do que ficar brigando se vai ter impeachment, ou se ele é um golpe. Obrigado!

Aliás, não confie nunca em ninguém de nenhuma extrema, seja direita ou esquerda. Pra não dizer que fiquei só falando de ditaduras de direita, as de esquerda são tão cruéis e sanguinárias quanto. Quer ver um exemplo sem ser Cuba ou Coréia do Norte? Vejam a excelente entrevista de Lilian Tintori no Roda Viva, da TV Cultura. Uma mulher, sofrendo no governo "igualitário", "democrático" e "que ajuda os pobres" igual uma ditadura, sem liberdade, economia arruinada, pobreza extrema e tudo mais que a mídia que apoia o regime venezuelano não vai te mostrar:


Sério, se você alguma vez quis defender Bolsonaro, espero que esse texto tenha ajudado a pensar um pouco mais sobre o erro imenso que você tá fazendo. E caso você ache que chavismo seja solução também, espero que esse vídeo acima mude sua opinião. São todos farinha do mesmo saco.

0 comentários:

Postar um comentário

Arquivos do blog