segunda-feira, 22 de outubro de 2007

Death Note em anime é bom. Mas mangá é melhor.

Yeah! Estou vendo finalmente o anime do Death Note. E estou me impressionando! Na verdade, eu sou daqueles que não acredita em anime. Primeiro que eu odeio baixar, demora demais. Segundo que é colorido, e eu não sou muito chegado em cores. Terceiro, é o fato que talvez muitos odeiem, é o fato de distorcerem em demasiado a história.

Death Note ao menos não estão distorcendo tanto quanto no mangá. Algumas poucas coisas... Gosto mesmo é de baixar o mangá, pois tem o dedo do criador, e muitas vezes a direção do anime, mesmo tendo consultoria do roteirista do mangá, acabam distorcendo. Uma coisa que eu odiei por exemplo é darem TANTA atenção ás benditas maçãs. Quem leu ou viu o anime vai entender o que estou falando, e maçãs são tão secundárias no mangá, já no anime aparecem em tudo, desde na abertura até na animação em si.

Eu já falei, não acredito em anime, e pra mim isso me deixa cada dia mais frustrado. Sou a favor de ler o mangá e apenas ele, salvo pouquíssimas excessões. Me falaram que eu estou a cara do L (vide foto). Achei que nem tanto... Só porque o cabelo tá preto também? Eu sou inconfundível, oras!

Tirando isso, revi nesse fim de semana um dos meus filmes favoritos mais uma vez, A Viagem de Chihiro. Vi o trailer e... Fiquei meio triste porque vi que é a Disney que veio meio como publisher do filme aqui no ocidente. Deprimente.

Não gosto da Disney. Na verdade, eu gosto é dos antigos, quando o próprio Walt Disney ainda estava vivo. Hoje Disney não existe. Não! Disney existe como um parque de diversões. O que existe de facto é Pixar Studios que fazem animação pra nova geração. Nesses dias estava com uma vontade imensa de ver Fantasia, o primeiro lá dos anos quarenta. Isso que é filme! E saber que foi um dos primeiros filmes a usar tecnologia de sons estéreo, e hoje temos algo como Dolby 5...

Mudando de assunto totalmente, a luz ontem pra minha infelicidade, acabou! Como já talvez leram nos posts anteriores, eu tenho sim medo de escuro. Na verdade eu vi que eu tenho medo mesmo é de ficar pra dormir sozinho no escuro, quando tem pessoas ao redor nem sinto tanto medo. Mas pra variar haviam mosquitos, e fui tapeando o sono até mais ou menos umas quatro da madrugada, quando a energia voltou e eu cochilei, pra acordar cedo e arrumar a casa!

E hoje ao jogar Ragnarök o sono quase tomou conta. Oh deuses, definitivamente estou ficando velho mais rápido que eu pensava...

E valeu ao Guilherme por vir ver aqui em casa os DVDs do Death note. *_*

0 comentários:

Postar um comentário

Arquivos do blog