quinta-feira, 31 de dezembro de 2009

No rain, can't get the rainbow!


Aí vem 2010. Quando terminou 2008, ano do rato, pensei que aquele era um excelente começo, um excelente primeiro passo e uma chance pra fazer tudo de bom para passar "um degrau pra cima". Ano de lapidar tudo que viria em frente, para colher coisas bacanas.

Se ano passado foi evolução, esse ano foi revolução!

Até a frase no Orkut não mudou. "Sem chuva, não consegue o arco-íris". Referências a cultura gay à parte (exatamente pois não existem), acho que o que o maior presente que recebi esse ano foi o quanto como pessoa consegui crescer. Namorar (ôôôôôôôôôôôô como fazia tempo!), brigar, preservar os amigos e fazer novos amigos também porque não?

Primeiro estágio na faculdade, e superei um medo que tinha há décadas, que era de nadar. Aprendi a nadar a ponto de brincar na água do Wet'n wild sem nem sequer me afogar. Foi, acredito eu, a maior das conquistas. Ainda estou aprendendo, é verdade. Não tenho coordenação e ainda sinto um tiquinho de medo. Mas enfrentei o medo de frente, o desconhecido, e estou ganhando essa competição.

Essa luta foi a minha chuva. O êxito em conseguir nadar foi o meu arco-íris.

Pois assim é a vida. E não é apenas a música da Ayumi Hamasaki. A vida nos dará muitos problemas, mas não reclame, não diga que não vai conseguir. Acredite no ser humano, acredite em você. Sempre haverão novas montanhas a escalar, e a decisão de escalar ou não vai vir de você. Mas ao menos tente! Se você tentar, tentar mesmo, fará o impossível. Não tenha dúvidas. E vai conseguir.

E siga em frente, oras. Se você acreditar, se você só fizer o bem, se você for íntegro, terá pedras no caminho como qualquer outro. Mas esse caminho sem dúvidas será abençoado, tão abençoado quanto será nosso futuro em 2010. Feliz ano novo a todos!

0 comentários:

Postar um comentário

Arquivos do blog