sábado, 14 de agosto de 2010

Fúria



"Ah, mas você não pode dizer isso!", "Tem que acostumar com isso, o mundo tá aí", "Faça isso, isso e mais aquilo".

Sua vaca... Depois de todo meu esforço ainda teve coragem de fazer isso que fez comigo. Te odeio mesmo, pois não precisava de tudo isso. Me senti frustrado, voltei a ter depressão, algo que pensava que tinha eliminado da vida. Você nunca compreendeu, nem soube guiar corretamente. Foi uma inútil que se achava útil, por essas e outras que repudio muito você.

Vá pro quinto dos infernos, tenho tanta raiva de você exatamente porque você conseguiu me provocar de tal maneira, sendo eu uma pessoa tão calma e centrada! Vá embora pra nunca mais voltar, pois jamais será bem vinda, sua canibal horrenda.

0 comentários:

Postar um comentário

Arquivos do blog