quinta-feira, 19 de agosto de 2010

Nokia, adeus!

Estava lendo sobre o mercado de celulares, as mudanças que existiram meio que de súbito. E entre eles, pessoas discutiam o fim da Nokia.

Alguém lembra da Nokia há uns quatro anos? Celulares excelentes, eles foram os precursores dos smartphones. O próprio N95, que virou uma lenda, e é como o RAZR V3 é pra Motorola. Algo que vendia muito, era excelente, e mesmo hoje ainda é um celular que quebra um galho. O tempo foi passando, e a reviravolta do mercado de aparelhos móveis fez mudar tudo de novo, e hoje vemos a Nokia uma empresa a beira da falência. Não lança celulares tão bons como antes, e mesmo quando lança não tem o mesmo apelo de antes.

O motivo disso é muito simples. O mercado de celulares mudou bastante.
Hoje pessoas dão valor ao sistema operacional do aparelho, e não tanto os apetrechos da interface que vêm juntos. O Android, iOS e o Blackberry OS estão aí. A Nokia tentou o Symbian, mas ficou empacado. A comunidade de desenvolvedores deles é muito grande, e embora o Brasil ainda esteja no nível das pessoas que usam celulares como meros "MP3 Players", em alguns anos vamos entrar nessa tendência mundial de todos terem um smartphone.

Eu tenho um Android, mas hoje eu queria mais um Blackberry hoje. Não pelo sistema, mas pela empresa - Samsung não dá nenhum suporte aos clientes, e eu tenho um Samsung Galaxy Lite completamente bichado pela Claro. Tou atrás da atualização pro Android e eles disseram que o Brasil vai ficar de fora. Devia ter esperado mais, juntado uma grana, e comprado um Milestone.

Nunca pensei que a Nokia teria reais chances de falir, mas essa será a tendência de que aconteça em breve. Talvez o Android um dia suma, o Iphone já está perdendo muita força. Por isso acho interessante isso, não existe uma empresa "invencível".

0 comentários:

Postar um comentário

Arquivos do blog