quarta-feira, 2 de março de 2011

O ser deshumano.

O ser humano é um bicho engraçado. Ele diz que é inteligente, mas não passa de um ser com raciocínio lógico muito limitado. O ser humano prega a fraternidade, mas ele fica entre a tênue linha da deshumanidade e a racionalidade. Ser "humano" ele não consegue. Mas são essas duas características que o faz ser humano.

O mundo do trabalho é um belo exemplo dessa contradição. O trabalho é dito como uma questão humana. Mas nele reina exatamente a lei da selva, onde qualquer erro custa caro. Veja a relação entre gerentes, empregados, etc. O ser humano tenta fugir da sua essencia selvagem mas não consegue.

Gosto do exemplo da libido. Você homem o que faria caso uma mulher maravilhosa te provocasse? Deixaria o seu pensamento lógico e agiria pelo instinto da sobrevivência. Eu fico às vezes pensando como anticoncepcionais mudaram o mundo. Pessoas copulam pelo prazer, mas será que já pararam pra pensar que aquele prazer na verdade é um presente do corpo por você ter conseguido perpetuar a espécie? Pode pareced algo bestinha, mas talvez sejamos escravos de nós mesmos. Algo muito mais forte que o nosso raciocínio que é muito vago, inerte.

Não estou incriminando o sexo. Algo que eu adoro fazer, embora ultimamentr não ando tendo tempo pra fazer. Apenas estou dizendo constatações (aliás carnaval tá aí. Não vá conhecer aquela pessoa do Acre, fazer sem camisinha e depois vier reclamando que pegou HIV, heim!).

O ser humano não é naturalmente humano (afetuoso, que pensa no teu próximo), caso contrário a sociedade não seria como é.
Published with Blogger-droid v1.6.7

0 comentários:

Postar um comentário

Arquivos do blog