sábado, 12 de março de 2011

Weihenstephaner



Estou começando a me aventurar no mundo das cervejas importadas. Tudo começou com essa, em dezembro do ano passado, quando fui a um buteco com um amigo e deixei de lado a vodka e dei uma chance pra uma cerveja tipicamente alemã.

A Weihenstephaner (que nome!) é uma das cervejarias mais antigas do mundo. Desde 1040 firme e forte fazendo a felicidade da galera. Sim, isso mesmo! Daqui uns 29 anos ela fará nada menos que MIL anos. Talvez tanta tradição assim se justifique, afinal ela deve ser única. E é única mesmo.

Primeiramente que, diferente do uso que fazemos de uma breja, que normalmente é um líquido com gosto de mijo, com um teor alcoolico, muito usado em churrascos ou festas, que serve para embebedar as pessoas, você não encontrará isso numa Weiss de qualidade. A cerveja é calórica, tem trigo no meio, sustenta quase como que um pãozinho. É suave, e mesmo eu que repudiava cerveja, foi exatamente ela que me fez mudar completamente meu conceito sobre uma boa breja.

Afinal, essa breja é tão nutritiva que a galera toma isso no café da manhã na Alemanha! É a minha favorita, gosto bastante. Sabor marcante, e bem gelada. Uma garrafinha 600ml já me satisfaz bem. O preço é em geral uns R$10,50, e encontra na rede Pão de Açúcar. Você pode achar caro, mas vai ser como eu: Você vai experimentar e nem vai ligar pro efeito de tontura e sonolência do alcool, mas sim, saborear uma cerveja feita no berço e com uma tradição de quase mil anos. Deliciosa!

0 comentários:

Postar um comentário

Arquivos do blog