domingo, 24 de abril de 2011

Kingdom Hearts

Estou jogando no PSP do meu irmão o Kingdom Hearts - birth by sleep. Eu joguei o primeiro, o começo do segundo, um pouco do 358/2 days e agora estou nesse do PSP.

É um jogo que tem referência direta à Disney. Tem o Pateta, Donald, Mickey, e outros clássicos. Esse mostra principalmente as famosas Princesas da Disney (Branca de neve, Cinderella, Bela Adormecida, Jasmine, Belle, Alice e a criada exclusivamente para a série, Kairi).

Ok, vamos começar. Pode parecer um jogo bonitinho, mas ele capta a essência básica da Disney que nós crianças não conseguimos ver: A Disney é do mal. Ele faz uma espécie de releitura dos filmes do senhor "Valdisney", começando pela Branca de Neve e os Sete Anões, o primeiro filme animado da história.

Você cai numa caverna onde os sete anões estão extraindo diamantes. Sai dela, vai pra floresta e encontra ninguém menos que... Branca de neve! Caída no chão, parece que foi estuprada. Ela, como toda boa protagonista acéfala da década de 30 pede sua ajuda pra sair de lá. Entra na casa dos anões, dorme, e os anões te chamam de mentiroso, sequestrador e tarado. Você volta pra floresta e depois que derrota um monstrengo você dá de cara com a bruxa má da Branca de Neve, ESBARRA nela e... CAI A PORRA DA MAÇÃ ENVENENADA DA CESTA DELA e seu personagem pega a maçã e devolve pra ela!

Ah, nessa parte você controla o Ventus. É um moleque idiota só, tem importância nenhuma.

Não parece ter nada demais, exceto a trombada com a velha. Como se isso não bastasse, o próximo mundo é o da Cinderella, onde a Cinderella que é workaholic não tem tempo de fazer seu vestido para o baile (sim, são umas situações meio engraçadas) e você, e o ratinho dela (Jaq?) tem que arrumar o vestido da loura borralheira. E quem te empaca? O Lucifer! O gatinho dela. Coloque no Youtube e você verá uns quarenta vídeos sobre referências satânicas ao mero gatinho que "também tem seu lado bom".

Por fim, temos a Aurora, a bela adormecida (sabia que ela tinha um nome?) onde você a encontra, dormindo como ela sempre faz, e deve entrar no castelo da Maleficient e dar uma surra nela. A parte mais bizarra é que, ela acorda, encontra o príncipe encantado e... FOGE DELE! E ele tenta ainda chamar ela pra um gratino, perguntando quando a verá novamente e tal, marcar um chopp, provavelmente nem o próprio principe tinha acreditado que ia ficar sem sua princesa naquele dia porque... Ela é uma mulher, e tem problemas mentais com relacionamentos, como qualquer outra (quem sabe ela queria roubar o Lucifer da Cinderella, vai entender! Não tente entendê-las, é impossível!).

E isso tudo é licenciado pela Disney. Mas mesmo assim parece uma história, um roteiro muito sombrio. O lado sombrio vem exatamente disso, desse esbarro na bruxa da maçã, no gatinho Lúcifer te atrapalhar e na Aurora fugir do príncipe como o diabo foge da cruz. O que será que os caras da Square tem na cabeça?

0 comentários:

Postar um comentário

Arquivos do blog