quarta-feira, 5 de outubro de 2011

A colação.


Foi ontem à noite.

Estava com a mínima vontade de ir. Senac mandou um e-mail xarope dizendo que era obrigatório a presença, e caso não fosse, teria que remarcar. Quando o Senac diz "remarcar", tome cuidado, normalmente espere sentado  porque vai demorar. E muito.

Chamei meus pais e a Naiara e fomos. Ela tava de salto, haha. É estranho vê-la na altura do meu ombro, eu ainda estranho isso mesmo depois de tanto tempo! Hehehe!

Tirando lenga-lenga e os mimimi, e os discursos até que não tão demorados, correu tudo bem.

Sempre tem algumas falas de alguns professores que a gente guarda. Vou todo dia ao Senac por conta da academia, mas ontem lembrei daquele dia distante em 2006 quando prestei o vestibular nele, feito por ninguém menos que a Vunesp, e passei onde pensava que jamais passaria. Provinha complicada.

Foi complicado? Foi! E como. Mas como a oradora da minha sala disse: A escalada foi difícil, mas a vista daqui de cima é sensacional!

Eu não sei o que o futuro me reserva. Olhando pra trás e vendo todos os posts com as frustrações, felicidades e anseios, vejo como essas coisas são engraçadas, e não importa o quão bom ou ruim seja o momento, ele sempre passa, e sempre acaba. E independente do que tenha acontecido se perguntasse se eu pudesse voltar no tempo e fazer tudo de novo, eu faria exatamente tudo do mesmo jeito.

Obrigado pelo apoio de cada pessoa que tenha participado, seja temporariamente ou sempre presente, dessa longa caminhada nesses quatro anos e meio. Se for citar um por um só vou lembrar dos mais atuais, mas teve muita gente envolvida sim, e se não fosse por vocês, não teria chegado até aqui.

Agora, vamos seguir em frente!
(e vou já arrumando os livros pra começar a pós! hahaha)

0 comentários:

Postar um comentário

Arquivos do blog