quarta-feira, 11 de janeiro de 2012

Livros 2012 - #2 - Ensaios de Amor

Já emendei o Sutra do Coração em outro, Ensaios de amor, do meu xará Alain de Botton.

Incrível. Eu sou apaixonado por filosofia, e depois li que o autor parece procurar sempre uma explicação filosófica para nossa intensa necessidade de coito - vulgo "amor".

Acho que é coisa de "Alain" mesmo. O cara curte filosofia também, sofre por conta de mulheres também, tenta explicar o mundo também e consequentemente acaba ficando com mais dúvidas também. Eu diria sinceramente que esse de livro foi escrita pelo Alain de Paula, não o Alain de Botton.

Embora que, acho que quando lemos algo que vemos semelhança conosco ficamos felizes e nos identificamos. Mas quando é MUITO semelhante, nos dá nojo de nossa própria existência e repudiamos. Eu senti muito isso lendo o livro, algo como "Nossa, isso que aconteceu com ele aconteceu comigo. Que merda, como eu pude sentir isso por aquela vadia?".

O livro fala de um romance com Chloe. Mas o interessante é que não fala da conquista - que muitos filmes/livros/romances/novelas focam. Mostra exatamente o dia-a-dia romântico, já que logo no primeiro capítulo ele pega ela.

Todas as desavenças, briguinhas, frescuras femininas (e masculinas também), tudo. Vale a leitura, embora eu ache que é meio superficial ás vezes as parábolas filosóficas.

SPOILERS ABAIXO!
Pare de ler por aqui se não quiser saber o final do livro.


MANOOO, ele come ela, fiquei tão feliz quando comeu ela no começo do livro quando isso acontece, hahaha! Mas independente das dificuldades do dia-a-dia de um namoro que o livro conta, achei foda alguns detalhes.

Relacionamentos não são fáceis, mas o cara do livro parecia um moleque virgem apaixonado, daqueles que só de ficar de mãos dadas com a menina fica de pau duro. Que bosta! E isso porque o cara já é adulto no livro. Relacionamentos maduros pedem pessoas maduras.

Voltando ao livro, a Chloe é uma vadia. Só porque o Will era dezáiner resolveu dar pra ele. Chifrou o protagonista (que não tem nome) na cara dura e ainda teve coragem de contar. Que BOSTA! Eu não duvido nada que se houvesse um "Ensaios de amor 2" seria com o Will e a Chloe, e ela trocaria ele de novo por, sei lá, o "encanador Joe". Quando a menina é puta, é puta, não adianta. Ela é muito vadia, se quisesse dar pra outro simplesmente terminasse o namoro, não precisa cornear o coitado que gostava de você.

Mas no final eu curti. Mesmo o cara ficando mó mal com toda a situação ele encontra outra menina, pra começar todo o processo mais uma vez. E vivas pra Rachel, o tal novo amor que o protagonista encontra no final do livro.

0 comentários:

Postar um comentário

Arquivos do blog