sábado, 25 de agosto de 2012

The teacher.


Na época eu era um adolescente. E fiquei apaixonadinho pela professorinha. Ao comentar com um amigo meu a reação dele foi: "Cara, tá parecendo o moleque quando se apaixona pela professora na pré-escola".

Éramos exatamente dez anos de diferença. E acho que ela sabia, ou pelo menos suspeitava. Nunca falara muito da vida pessoal, e eu já estava fazendo planos. Eu tinha 14, ela 24. Hoje, eu tenho 24 e provável que ela esteja hoje nos seus 34.

Mas eu na época imaginava que nos casaríamos com 24, teríamos alguns pimpolhos e tudo seria feliz para sempre. No dia da prova final eu, um moleque na época, estava querendo me declarar pra ela. Acho que ela sabia, mulher normalmente tem faro de testosterona de longe, a resposta dela foi o fora mais singelo que recebi até hoje.

E olha que de fora, eu entendo.

Simplesmente antes da prova final, que era elaborar uma biografia de alguém que a pessoa goste (eu escolhi Elvis Presley no dia) ela atende o celular (ainda artigo raro na época) e falou com alguém, terminando com um "Beijos, meu amor".

Tudo havia terminado ali. Antes mesmo de ter começado.

Eu, um mero mortal, tentei algo com a esposa de Zeus.

0 comentários:

Postar um comentário

Arquivos do blog