domingo, 16 de dezembro de 2012

Ah! Esse meu Corinthians.

Sim, corinthians ganhou a Libertadores esse ano. E sim, não fiz nenhuma postagem sobre. Aquele que era o nosso maior sonho, o título inédito, pra mim naquele momento era apenas o meio do caminho. E o caminho chegou ao fim hoje com a conquista do mundial.

Ganhar de timecos latino americanos é deveras fácil. O desafio mesmo seria ir contra um europeu.

Quando começou essa luta? Será que começou quando ganhamos a Libertadores da América? Será que começou quando ganhamos o Brasileiro do ano passado? Será que foi depois da sucessão de títulos paulistas mais a Copa do Brasil? Não, começou bem lá atrás. Quando o Corinthians foi rebaixado e com a contratação do Ronaldo posteriormente.

Pois foi graças a isso que mudou e foi criado um modo de administração de um time genuinamente corinthiano. O Inter de Porto Alegre sempre foi orgulhoso de sua estrutura. Times do Brasil entendam: futebol hoje em dia não é feito de talento. Isso é década de sessenta com malucos que davam a sua camisa e jogavam por amor. Nada do profissionalismo acirrado de hoje.

Não estou dizendo que aqueles onze jogadores que vestiram o manto alvinegro não suaram sua camisa pelo time. Tem que defender, claro. Mas não vivemos mais nos tempos de contos de fadas onde não ter dinheiro, um bom centro de treinamento e acima de tudo grandes e bem remunerados estrategistas possam vencer com apenas talento. Barcelona joga o nível de "pelada" com o Santos.

O corinthians ganhou do Chelsea por causa disso: ele tem uma BAITA duma estrutura. Claro que não estamos no nível de um Barcelona ou Manchester United. Mas veja o Santos: o "grande" time, com o talento chamado Neymar e não conseguirem fazer uma única jogada que preste, acabando com o orgulho de qualquer peixe e... queimando a imagem do Brasil lá fora com seus times mal estruturados, mal gerenciados e mais pobres que tudo.

Esses mundiais são bons por causa disso. Globo muitas vezes esconde e vangloriza o futebol brasileiro dizendo que ele é ainda um futebol de melhores do mundo, de catimba com aquele velho patriotismo imbecil que a Globo adora pregar pensando que temos que melhorar em nada. BULLSHIT. Algo como "Somos Brasil, temos talento, nosso futebol não precisa de estrutura e não temos para onde crescer".

Por isso que disse que Ronaldo foi essencial sua volta ao Brasil. Ronaldo trouxe muitas alegrias para o futebol brasileiro, mas hoje ele é um dos maiores empresários de futebol do mundo e está sendo responsável por essa mudança da mentalidade do futebol brasileiro, tirando ele das quadras, campos de várzea e "pé-rapados" e tornando-lhes verdadeiramente profissionais e lucrativos.

"It's all about the money". E felizmente (ou infelizmente) é sim. O futebol nasceu na Europa, foi aprimorado o Brasil, mas foi reestruturado de novo na Europa. E isso porque aqueles caras lá não tem talento, mas tem muita estratégia. Imagina o futebol talentoso do Brasil com essa estrutura por detrás? Não precisa imaginar. Apenas olhe o Corinthians.

VAAAAI CORINTHIAAAANS!

0 comentários:

Postar um comentário

Arquivos do blog