quinta-feira, 11 de abril de 2013

"We live, to make the impossible possible!"



Terminei Final Fantasy XIII. De fato, a galera da Square Enix tá de parabéns. Eu não vou fazer igual todo mundo e ficar criticando o jogo por ele ser linear demais. Na verdade, aquelas "Missions" depois que você entra no capítulo 11 de fato deixa o jogo com jeitão de RPG, mas são opcionais (exceto a 21 até 25, acho), mas ainda assim, é um Final Fantasy e merece respeito!

Eu terminei Final Fantasy I e Final Fantasy II, ambos remakes para o PSP. São ótimos! Clássicos são clássicos, e se você só vive desses jogos novos, é como comparar filmes como "Os Vingadores", "As branquelas" ou até mesmo "American Pie" como a nata do cinema sem ver clássicos como "O Poderoso Chefão", "Metrópolis" ou "Laranja Mecânica".

(a diferença é que games pra serem clássicos são da década de 80, até meados da de 90. Não é como cinema, que é mais antigo hehe)

Essa frase do título é uma das últimas do jogo, logo antes do último chefe, o estranho Orphan.

Enfim, chorei no fim (mesmo eu já sabendo como terminava), adorei o jogo inteiro (até as partes mais chatas apenas pra ir upando o personagem) e posso dizer que ele é único, divertido e bonito. E em especial pro trabalho das dubladoras. Nenhum dos protagonistas ficou sendo interpretado por alguém com menos proeza, as vozes boas ajudaram a torná-lo épico. Em especial a Ali Hillis (Lightning), Troy Baker (Snow) e a Rachel Robinson (Fang).

Agora é hora dos spoilers/comentários do jogo!

Eu gostei, mas tio, eu tenho umas dúvidas.

Qual a importância da Jihl Nabaat na trama? Ela aparece como a fodona, prendendo todo mundo, e depois que você chega na Nautilus ela... SOME DA ESTÓRIA! Especialmente depois da batalha contra o Barthandelus.

Só eu que achei que o melhor momento pro Hope despertar o Eidolon dele era naquele momento em que ele conversa com o pai?

O Orphan é o Barthandelus depois que ele cai na piscina? Se isso é verdade, porque golpes de água não são a fraqueza dele?

A Fang e a Vanille tinham mesmo que se sacrificar? =(

0 comentários:

Postar um comentário

Arquivos do blog