sexta-feira, 25 de outubro de 2013

Doppelgänger - #6 - Um novo começo.

11 de novembro

"Al, você se lembra do incidente que aconteceu dois dias atrás?".

"É óbvio".

"Soldados da SAS atacaram um bunker, assassinando o nosso maior cérebro em operação. E isso virou nosso pesadelo. Ao traçar a rede inteira de Ar encontramos que uma pessoa em comum dos dois pode nos dar respostas".

"E onde ela está?"

"Em Nieuw Vosseveld, uma prisão de segurança máxima nos Países Baixos".

O helicóptero estava pousando suavemente em Vught, ao sul da Holanda. Dele, saíram o novo Al acompanhado de Rockefeller.

"De agora em diante vou mudar seu codinome. Você será agora Nezha (那吒), e vou lhe dar um briefing da sua missão. Você deve entrar em Nieuw Vosseveld por um túnel secreto que escavamos. Você entrará no pavilhão B, onde deve procurar nosso contato. Lembrando que você não deve ser visto por hipótese nenhuma, caso contrário nossa missão estará em sérios apuros".

Levaram Nezha até a entrada do túnel. De fato, não havia muita regalia, ele fedia a esgoto, mas parecia bem seguro.

"O túnel é apenas ida. Para sair de lá você deve trabalhar em equipe com nosso contato lá dentro. Muitas pessoas estão atrás desse contato que você também está atrás, entre eles os próprios terroristas que agiam com o Ar. Não sabemos quando eles vão atacar ou se eles já estão lá, logo tome extremo cuidado".

"Mas essa pessoa que eu tenho que resgatar é alguém preso?"

"Temo dizer que sim!", disse Rockefeller.

Dali em diante era sem volta. Nezha entrou no túnel.

0 comentários:

Postar um comentário

Arquivos do blog