terça-feira, 31 de dezembro de 2013

No rain, can't get the rainbow.


U-lá-lá!

Nunca fui muito fã de anos ímpares. E ainda mais com um treze no meio, hehe. Mas como foi o primeiro (e provavelmente único) que encararei pela vida, podemos dizer que foi até bom!

Eu via muitas pessoas se queixando, dizendo que um determinado ano foi um ano perdido, ou algo do gênero. Se eu paro pra notar de maneira fria, de fato foi um ano bem complicado. Mas existe algo que quando penso faz mudar toda a perspectiva da coisa - "perspectiva" essa no sentido original da coisa, ver através de.

Foi um ano complicado? Ô se foi! Mas imaginando hoje, ainda bem que foi. Me dá um pouco de medo eu acabar sendo surpreendido por coisas similares em algum ponto da minha vida de agora em diante, mas se eu passei uma vez por ela, porque não passaria duas vezes? Sempre o primeiro passo é mais complicado mesmo.

Mas esse ano foi o ano em que enfim pude por em prática o "ver a felicidade nos outros, e ficar feliz junto". E isso é sem preço. E por diversas vezes deixei meu destino nas palmas das mãos do Buda - e nunca me arrependi, pois sempre tudo deu certo.

2014 chegando aí! E tem tudo para ser maravilhoso. Foram sementes difíceis de plantar nesse ano, mas quando a plantação é difícil, é um sinal de que nascerão as mais belas flores na colheita.

Vamos colher juntos? =)
Feliz 2014!

0 comentários:

Postar um comentário

Arquivos do blog