sábado, 6 de setembro de 2014

A fé de minha avó.

Esses dias dei um pulo na casa da minha avó, materna (o vô Chico é paterno), dona Judite.

Sempre tive muito receio de falar pra ela sobre budismo, a fé que sigo na Shinnyo-en. Ela é evangélica, e sempre teve uma história bonita, sua fé já ajudou muito minha família durante muitos anos, e eu sou incrivelmente grato por tudo o que me ofereceu também.

Em depoimentos ou dedicatórias eu sempre agradeço aos Budas, Deus e Jesus Cristo. Os ensinamentos do Cristo foram a base da minha fé para ir pro budismo, por isso meu objetivo nunca foi dizer que a fé deles é errada, muito pelo contrário. Eu mesmo hoje mantenho um imenso respeito e admiração. Mas por minha avó ser cristã, e a bíblia sempre falar que apenas Deus é o caminho e a salvação, sempre foi complicado pra ela admitir que o neto primogênito dela é budista.

Fui comentar que vou fazer mais uma viagem de cunho religioso em breve, e ela comentou:

"Puxa, essa sua igreja tá fazendo você conhecer o mundo, o que é muito bom. Deus tem um plano pra cada um de nós, e parece que seu plano é servir Deus, fazer o bem, mesmo que não seja na nossa igreja. Mas eu não tenho dúvida que se esse for o seu caminho no budismo, Deus vai te proteger e vai ajudar você a fazer grandes obras para muitas e muitas pessoas. Eu sinto que o que você vai fazer é grande".

Desde criança eu sempre sabia que um dia eu ia me dedicar ao divino. Acho que uma pessoa como eu que desde que nasceu luta pela vida mesmo ainda no ventre da mãe devia ter um propósito. Minha avó também sempre falava, mas acho que se vai dar certo ou não esse tal plano grande, apenas o tempo dirá. No momento preciso praticar muito, muito mais.

Mas achei bonito isso que minha avó disse. Sei que ela fica triste por eu não seguir a fé tradicional da família. Porém ela sabe que eu estou me dedicando a algo maior, e quando um coração puro se dedica a algo assim, os Budas, Deus, Jesus Cristo, todos conspiram para que tudo ocorra bem pelo bem de todos.

É nisso que acredito.

Proteção é o que não falta!

0 comentários:

Postar um comentário

Arquivos do blog